PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Liga Espanhola cobra medidas da Uefa contra torcedores violentos

21/10/2016 14h00

Madri, 21 Out 2016 (AFP) - A Liga Espanhola (LaLiga) pediu para que a Uefa tome as medidas necessárias para coibir a violência de torcedores e evitar incidentes como aqueles que antecederam a partida de Liga dos Campeões entre Real Madrid e Legia Varsóvia.

"Solicitamos formalmente na quinta-feira à Federação Espanhola (RFEF) para que peça à Uefa -como entidade organizadora- o cumprimento de medidas oportunas para evitar que se repitam fatos como esses", informou LaLiga em um comunicado.

Na última terça-feira, torcedores do Legia entraram em confronto com a polícia espanhola antes do jogo, que o Real venceu por 5 a 1. Os incidentes deixaram sete feridos, entre eles dois policiais, e 13 torcedores poloneses foram presos.

As duas equipes voltam a ser enfrentar na próxima rodada, no dia 3 de novembro, em Varsóvia, e a partida será disputada de portões fechados, em razão da punição aplicada pela Uefa pelos incidentes racistas envolvendo torcedores na estreia contra o Borussia Dortmund (6-0).

LaLiga pediu para que, "quando fatos como esses ocorrem, a equipe seja privada da carga de ingressos (5%) à qual tem direito nas próximas partidas como visitante", o que teria impedido a vinda de poloneses na primeira partida contra o Real.

"O que aconteceu em Madri não foi um incidente isolado, já que fatos semelhantes ocorreram na quinta-feira, em Vigo, onde torcedores do Ajax se envolveram em confrontos com a polícia antes de uma partida de Liga Europa", completou o comunicado, referindo-se à partida do time holandês contra o Celta, que terminou empatada em 2 a 2.

Esporte