Victor Coutinho agradece Cazé por visibilidade do beisebol: 'Deu uma força'

Victor Coutinho, da seleção brasileira de beisebol, comemorou a visibilidade que ele mesmo e a modalidade como um todo ganharam por conta das boas atuações e de uma campanha do streamer Casimiro para angariar seguidores aos atletas durante as transmissões das partidas. Ele falou sobre o assunto em entrevista ao programa Destino: Paris, exibido diariamente no canal do UOL Esporte durante os dias de Jogos Pan-americanos

"Todo mundo sabe que o beisebol é pouco conhecido no Brasil. E o Casimiro deu uma força, transmitindo nossos jogos e, agora acompanhando cada jogo"

Após a transmissão da vitória do Brasil sobre Cuba, Casimiro pediu que os espectadores "invadissem" a conta de Victor Coutinho no Instagram. O atleta ganhou cerca de 7 mil seguidores em 30 minutos.

Victor Coutinho ainda falou das dificuldades de praticar o beisebol no Brasil, comentando o fato de que vários de seus companheiros precisam de outras profissões para se sustentar.

"O beisebol não é grande e conhecido no Brasil. E, infelizmente, não é uma profissão, não dá para viver disso. Eu já fui profissional, atualmente estou sem time. Mas, alguns não tiveram chance de sair e conhecer o beisebol profissional e precisam seguir a vida no Brasil. Infelizmente, o esporte não é essa profissão. E aparece gente de todo lugar, como o Rafael Parra, que joga comigo em Marília, o Osvaldo Carvalho, que é dentista. Tem de tudo um pouco".

PROGRAMA DESTINO: PARIS

Durante o Pan 2023, todos os dias o UOL fará a transmissão do programa Destino: Paris, às 19h, para comentar os principais eventos de Santiago com ilustres convidados. Acompanhe aqui.

CANAL RUMO ÀS OLIMPÍADAS NO WHATSAPP

Se você gosta de esporte olímpico, entre no canal de WhatsApp para receber notícias, memes e enquetes sobre todas as modalidades. É só clicar aqui.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes