PUBLICIDADE
Topo

Tênis

Pai fala em perseguição na Austrália e compara Djokovic a Jesus Cristo

Novak Djokovic nas semifinais dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 - Getty Images
Novak Djokovic nas semifinais dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

06/01/2022 13h26

A retenção de Novak Djokovic na Austrália segue repercutindo pelo mundo. Em entrevista coletiva concedida em Belgadro, na Sérvia, a família do tenista número um do mundo compara o atleta a Jesus Cristo, diz que ele está sendo mantido em cativeiro e que não violou nenhuma lei no país.

O pai da estrela do tênis, Srdjan Djokovic, disse que o filho é como "Jesus Cristo, a quem eles crucificaram". O pai afirmou que o tenista está sendo "mantido em cativeiro".

Novak é a Sérvia e a Sérvia é Novak. Estão pisando na Sérvia, no povo sérvio, ao fazerem isso. O líder daquela terra distante, Scott Morrison, ousou atacar Novak e o expulsar antes de ele chegar ao país. Eles queriam acertá-lo no joelho, e não apenas ele, mas nossa bela Sérvia"

Srdjan disse ainda que a detenção do tenista "é uma luta política que não tem nada a ver com esporte".

A estrela do tênis teve sua isenção médica negada para poder disputar o Aberto da Austrália sem se vacinar. Na manhã de hoje, o governo australiano decidiu não expulsar Djokovic até sua audiência, prevista para a próxima segunda-feira (10). Enquanto isso, ele permanecerá retido em um centro de imigração no país.

O irmão do tenista, Djordje, disse que a detenção de Djokovic é "o maior escândalo esportivo e diplomático da história".

"Ele foi levado para um centro com um quarto sujo sem seus pertences, que seriam devolvidos a ele depois de seu retorno à Europa. Ele foi tratado como um criminoso", disse.

Ele indica que seu eventual retorno sem a decisão significaria uma proibição de três anos de entrada na Austrália, algo que o tenista não quer.

Na mesma coletiva, Djordje leu uma mensagem do tenista: "Deus vê tudo. Moral e ética como os maiores ideais são as estrelas brilhantes através da ascensão espiritual. Minha graça é espiritual e a deles é material".

Ainda nesta quinta, o presidente Sérvio, Aleksandar Vunic, acusou as autoridades australianas de "maus-tratos" e "perseguição política" com o jogador. O local para o qual o tenista foi transferido, o Hotel Park, é conhecido como 'infame'.

Tênis