PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Alonso aprova estreia do sprint e Hamilton espera repetir formato no futuro

Fernando Alonso ganhou seis posições na primeira volta do sprint e foi um dos destaques da mini-corrida - Lars Baron/Getty Images
Fernando Alonso ganhou seis posições na primeira volta do sprint e foi um dos destaques da mini-corrida Imagem: Lars Baron/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

17/07/2021 14h31

O veterano Fernando Alonso foi um dos destaques na primeira corrida sprint disputada na história da Fórmula 1, que definiu o grid para o GP da Grã-Bretanha, em Silverstone. O bicampeão mundial conseguiu levar o carro da Alpine para o sétimo lugar, depois de ter largado em 11º e chegado a ficar em quinto lugar, até perder posições para os pilotos da McLaren.

Alonso aprovou o formato da classificação e disse, em entrevista à Band, que o formato do sprint faz com que o piloto possa ser o diferencial, sem que apenas o desempenho do carro seja decisivo.

"Na largada eu consegui arriscar mais. O sprint tem um pouco mais ação do piloto, na classificação convencional você depende muito do desempenho do carro", afirmou o espanhol.

Com sua primeira volta em destaque após ter subido seis posições, com largada que foi um dos destaques do sprint, Alonso também falou sobre a superação na disputa com Sebastian Vettel pela sétima posição e pontua que não tinha como brigar com Lando Norris e Daniel Ricciardo para manter a quinta posição e ter um resultado ainda melhor nas condições de seu carro.

"Estávamos um pouco fora da nossa posição, estávamos em quinto e a McLaren era muito rápida. Sabemos que vai ser uma corrida dura", disse o piloto de 39 anos.

Confira a largada de Alonso no sprint em Silverstone

Hamilton também gostou do formato testado

Apesar de ter sido superado por Verstappen, Hamilton também aprovou a primeira experiência com o sprint e espera que o formato volte a ocorrer, talvez com algumas adaptações.

"Foi divertido ter a qualificação em uma sexta-feira. Não sei se essa foi a corrida mais emocionante ou não, mas podemos fazer mais do que isso no futuro, talvez uma versão diferente", disse o inglês.

A largada do GP da Grã-Bretanha acontece amanhã (18), às 11h, e a corrida terá transmissão ao vivo da Band (TV aberta).

Fórmula 1