PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Medina avança em decisão, mas rival também vence e se mantém na briga

Gabriel Medina, antes de bateria no round 3 em Pipeline - Reprodução/WSL
Gabriel Medina, antes de bateria no round 3 em Pipeline Imagem: Reprodução/WSL

Do UOL, em São Paulo

16/12/2018 22h20

Gabriel Medina venceu o havaiano Seth Moniz e avançou ao round 4 em Pipeline (Havaí) na última etapa do Circuito Mundial de Surfe (WCT). Ele "secou" o rival Julian Wilson para ser campeão antecipado neste domingo (16), mas viu o australiano também vencer e seguir vivo na corrida pelo título. Já Filipe Toledo acabou eliminado por Kelly Slater e deu adeus à disputa.

Medina ainda controla o próprio destino e será campeão se chegar à final, independentemente do resultado de Julian.

Na bateria deste domingo, Medina começou com um belo tubo, mas caiu na saída dele e recebeu nota 3,00. O havaiano respondeu e assumiu a liderança com um tubo que rendeu 6,33.

O brasileiro reagiu faltando pouco mais de 10 minutos e voltou à ponta ao receber 7,70. Moniz se manteve na disputa com outro bom tubo (5,50), mas Medina fez ainda melhor e conseguiu nova virada com 6,60 e ficou com a vitória: 14,30 contra 11,83 do havaiano.

Esporte