PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Nadador de 13 anos do Tijuca morre durante treino na piscina

Caio Ottoni, nadador de 13 anos que morreu no treinamento - Reprodução/Facebook
Caio Ottoni, nadador de 13 anos que morreu no treinamento Imagem: Reprodução/Facebook

Leandro Carneiro

Do UOL, em São Paulo

25/10/2017 22h21

O jovem Caio Felipe Mendes Ottoni, nadador do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro, morreu nesta quarta-feira (25) aos 13 anos de idade. Ele teria passado mal durante um treino. A informação foi divulgada pelo Blog do Coach, do SporTV, e confirmada pelo UOL Esporte.

A morte foi confirmada pelo vice-presidente de marketing do clube, Edvaldo Ramos, que disse não poder passar detalhes sobre o ocorrido. Segundo ele, o corpo segue no Tijuca para a perícia. Depois do trabalho da polícia, o clube se pronunciará oficialmente sobre a morte.

Segundo relato de outros nadadores, Caio estava nadando normalmente quando começou a ter algumas convulsões. Durante uma dessas convulsões, teria tido um ataque cardíaco e não resistiu após as tentativas para reanimá-lo.

Felippe Donatelo, técnico de natação do clube, disse não poder falar sobre o caso, mas elogiou o menino. “Se for pelo ocorrido de hoje, a única coisa que tenho a dizer é que era uma criança muito boa e que todos amavam”, falou ao UOL Esporte.

Em uma mensagem no Instagram, Sabrina Lima Gomes, gestora do clube, também se despediu do menino. “A família do TTC está de luto! Amigos não sabemos do dia de amanhã e hoje mais do que nunca meu coração teve certeza disso. Um atleta de 13 anos, cheio de vida, tão gentil e educado cheio de planos foi embora hoje. Deus sabe o que faz! Mas peço aos amigos que orem pela alma de Caio Ottoni e toda sua família. Presenciar a dor e desespero de um pai é algo indescritível! A dor deles se torna parte nossa também. Que os guias de luz e os anjos estejam cuidando dele neste momento e cuidem do coração dos pais e familiares”, escreveu.

Caio era filiado ao clube desde 2015.

Esporte