Topo

Esporte


Campeonato Italiano retorna com altas expectativas e novos destaques

Cristiano Ronaldo é o destaque da Juventus nesta edição do Campeonato Italiano - Marco Bertorello/AFP
Cristiano Ronaldo é o destaque da Juventus nesta edição do Campeonato Italiano Imagem: Marco Bertorello/AFP

24/08/2019 06h00

Uma das ligas mais tradicionais do cenário mundial do futebol está de volta. A Juventus, de Cristiano Ronaldo, abre a temporada 2019/2020 do Campeonato Italiano hoje (24), às 13h (de Brasília), contra o Parma.

Atual octacampeã italiana, a Velha Senhora chega mais uma vez como ampla favorita para o título. O Napoli corre por fora para surpreender, assim como Internazionale e Milan, que buscam acabar com a dinastia da Juventus nesta década.

EM BUSCA DO NONO TÍTULO

A Juventus é a atual detentora do título. A hegemonia segue e a Velha Senhora conquistou as oito últimas edições do torneio. Na última temporada, Cristiano Ronaldo disputou sua primeira edição do torneio e marcou 21 gols e deu oito assistências em 31 jogos. O português segue como principal destaque da equipe.

O clube, porém, atuou bem no mercado e reforçou ainda mais seu elenco. O clube venceu a competição com PSG e Barcelona pelo zagueiro Matthijs De Ligt, uma das principais promessas do momento. Sem gastar nenhum centavo, contratou os volantes Aaron Ramsey, ex-Arsenal, e Adrien Rabiot, ex-PSG, além de sacramentar o retorno do ídolo Gianluigi Buffon. Na lateral, Danilo deixou o Manchester City e se junta a Douglas Costa como mais um brasileiro da Juve.

A DUPLA DE MILÃO

A principal concorrente da Juventus na briga pelo título será a Internazionale. O clube se reformulou e aposta em uma nova filosofia: a de Antonio Conte, contratado para o lugar de Luciano Spalletti. Ivan Perisic deixou a equipe, mas os Nerazzurri tiraram Romelu Lukaku do Manchester United. O atacante belga é uma das principais contratações para a temporada, assim como Diego Godín, que vai disputar a sua primeira edição do Calcio, celeiro de grandes zagueiros.

Já o Milan busca um recomeço após ter sido expulso da Liga Europa por descumprimento do fair play financeiro. Os Rossoneri perderam o brasileiro Leonardo, que ocupava posto de diretor de futebol, mas trouxeram o ídolo Paolo Maldini para a vaga. Entre as principais contratações, o clube aposta no jovem atacante Rafael Leão, enquanto Theo Hernández traz sua bagagem no Real Madrid para a lateral esquerda. Léo Duarte deixou o Flamengo, mas não trocou as cores: é o novo zagueiro do rubro-negro italiano.

PEQUENOS PENSAM GRANDE

A competição, porém, não chama atenção apenas pelos clubes grandes, mas também pelos pequenos. O Cagliari, no ano de seu centenário, acertou o retorno de Radja Nainggolan, que tinha mercado na Europa, mas optou por uma "escolha do coração". O Brescia venceu a briga com o Flamengo e trouxe Mario Balotelli, que busca voltar à seleção italiana com bom desempenho atuando no local. A Fiorentina não ficou para trás e virou a opção de Franck Ribery após o fim de seu ciclo vitorioso no Bayern de Munique.

OS TRADICIONAIS

O Napoli aposta na experiência de Carlo Ancelotti para ter um bom desempenho, e conta com a contratação de Hirving Lozano, destaque do PSV Eindhoven na última temporada, para tentar bater de frente com a Juventus novamente, enquanto a Roma reforçou seu sistema defensivo com Spinazzola e Zappacosta.

A SURPRESA

A Atalanta, que surpreendeu ao terminar na terceira posição em 2018/19, conseguiu manter a espinha dorsal da equipe e o atacante Zapata, autor de 28 gols e oito assistências em 48 jogos. O zagueiro brasileiro Rodrigo Toloi, ex-São Paulo e Goiás, falou ao "Lance" sobre a temporada que está para começar.

"Ano passado tivemos o melhor ataque da Série A e isso foi fruto do trabalho de todo o grupo, não só do ataque. O treinador trabalha muito a saída de bola desde os defensores e assim formamos um time que cria com todos os jogadores. No Campeonato Italiano, que reúne grandes equipes, você conseguir estes números é muito importante. Vamos continuar trabalhando com seriedade, pensar jogo a jogo e fazer nosso melhor, sempre com respeito ao adversário. Sabemos que somos a Atalanta, uma equipe bem organizada, que joga bem, e não vamos mudar nossas características de jogar agressivo e pra frente. Depois da metade do campeonato a gente terá definido qual será o nosso objetivo final", destacou o defensor.

PARA FICAR NA ELITE

Tradicional time do futebol italiano, o Lecce está de volta à elite e conta com o goleiro brasileiro Gabriel, ex-Cruzeiro, Napoli e Milan, para fazer uma temporada tranquila na primeira divisão. A última participação do Lecce na elite foi em 2011/2012.

"Acho que a Juventus é sim a favorita para ser levar o Campeonato Italiano novamente, mas talvez não com a mesma supremacia que teve nos últimos anos. Napoli e Internazionale fizeram grandes times para essa nova temporada, fizeram ótimas contratações e vão tentar incomodar a Juventus pela taça", disso o goleiro, que emendou:

"Minha projeção pessoal é trabalhar dia após dia, dar o melhor em cada jogo e tentar fazer um grande campeonato com o Lecce. O objetivo inicial do clube é claro: permanecer na primeira divisão. O time acabou de subir de divisão, vamos ter grandes desafios, mas a ideia é pensar em cada partida para nos mantermos na elite", frisou o brasileiro ao "Lance".

Mais Esporte