PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Richarlison brilha e garante triunfo do Brasil sobre Camarões

20/11/2018 19h46

Um 1 a 0 com altos, baixos e gosto de fim de festa marcou o último jogo da Seleção Brasileira de 2018. Em nova atuação instável, o Brasil viu Richarlison garantir o triunfo sobre Camarões, no MK Stadium, em Milton Keynes (ING). Porém, na partida na qual teve seis mudanças (Ederson, Pablo, Alex Sandro, Allan, Paulinho e Willian), a equipe de Tite perdeu Neymar por lesão.

Surpresa agradável

Bastaram quatro minutos para Allan mostrar-se a "surpresa agradável" dita por Tite. O camisa 18 obrigou Onana a fazer boa defesa, além de dar cruzamento perigoso. Na etapa final, ainda teve duas chances salvas por Ondoa.

Surpresa desagradável

Aos cinco, veio ingrata surpresa para Neymar. Ao arriscar um chute, o camisa 10 sentiu dores na virilha. Sem ele, o Brasil penou para criar jogadas durante a etapa inicial.

Camaroneses pressionam

Camarões ensaiou reação. Após erro de Arthur, Choupo-Moting foi travado pela zaga. A equipe de Seedorf, porém, era pouco incisiva.

A estrela sobe

Aos trancos e barrancos, a Seleção voltou a ter domínio, mas viu Firmino desperdiçar duas chances. Coube então a Richarlison comprovar sua grande fase sob o comando de Tite. Após escanteio cobrado por Willian, o centroavante subiu livre e cabeceou para a rede.

Ritmo acelerado

A volta do intervalo foi de tirar o fôlego. Ekambi desperdiçou duas chances. Gabriel Jesus bateu rasteiro, mas a bola parou caprichosamente na trave. Já uma bomba de Arthur carimbou o travessão.

Olha a pontaria!

Aos poucos, a Seleção foi se impondo no MK Stafium, mas acabou "consagrando" Ondoa. No lance mais surpreendente, o goleiro camaronês salvou à queima-roupa chances de Gabriel Jesus e Richarlison.

Riso amarelado

O Brasil quase foi "castigado" no fim, quando a cabeçada de Zoua parou na trave de Ederson. O 100% no novo ciclo de Tite prossegue, mas com gosto de fim de festa, pelo 2018 no qual o hexa não veio.

Esporte