PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Sidão supera críticas no São Paulo e volta ao Morumbi com moral alto

22/09/2018 08h10

Contestado por parte considerável da torcida do São Paulo, o goleiro Sidão defenderá o Tricolor em mais um desafio no Campeonato Brasileiro. Neste sábado, às 16h, a equipe do Morumbi recebe o América-MG pela 26ª rodada da principal competição do país e terá, mais uma vez, o camisa 12 como titular. Acusado de falhar nos jogos contra Fluminense e Atlético-MG, o arqueiro revê os são-paulinos após dois jogos sem sofrer gols.

Nas duas últimas rodadas do Brasileirão, o goleiro saiu de campo sem ter levado nem um gol sequer. Contra o Bahia, no Morumbi, o São Paulo venceu, por 1 a 0, com atuação segura de seu camisa 12. Na semana seguinte, na Vila Belmiro, o time de Diego Aguirre segurou a pressão do Santos e voltou do litoral com um empate sem gols na mala.

Antes disso, no entanto, Sidão balançou na condição de titular. Isto porque, contra o Fluminense, se envolveu em uma falha com Anderson Martins, que rendeu o gol dos cariocas no Morumbi. O jogo acabou empatado, em 1 a 1. Em Minas Gerais, contra o Galo, demorou para sair da área em uma bola cruzada e a consequência foi o gol que rendeu a vitória aos atleticanos no Independência.

Apesar da pressão da torcida, que pedia Jean como titular, o técnico Diego Aguirre afirmou que Sidão era a melhor opção do elenco e bancou o jogador, que fez 42 jogos na temporada e tomou 31 gols (média de 0,71 gols sofridos por partida). Para manter o goleiro na equipe, a comissão técnica também se baseou em outro dado expressivo: dos 24 jogos que fez neste Brasileirão, o camisa 12 do Tricolor passou ileso 12 deles.

Neste sábado, contra o América-MG, Sidão tem a oportunidade de fazer as pazes com os torcedores e ajudar o São Paulo na briga pelo principal título do país. Em caso de vitória nesta tarde, o Tricolor abrirá quatro pontos para o Internacional, vice-líder, que joga apenas no domingo, contra o Corinthians, em Itaquera.

Esporte