PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Léo Duarte defende trabalho de Barbieri no Fla: 'Total confiança'

18/09/2018 10h00

A sequência de resultados ruins no Campeonato Brasileiro esquentou os bastidores do Flamengo no início da semana, A pressão por mudanças no departamento de futebol em cima de Eduardo Bandeira de Mello é grande, mas o presidente, por ora, resiste e Maurício Barbieri mantém a rotina de treinos no Ninho do Urubu. Antes da atividade desta terça, o zagueiro Léo Duarte comentou a situação e reforçou a confiança do elenco no treinador.

- Total confiança no professor Barbieri. É o nosso treinador, o que queremos - afirmou o defensor, que conquistou a titularidade sob o comando de Barbieri.

Líder do Brasileirão antes da parada para o Mundial da Rússia, o Flamengo caiu para o quarto lugar do torneio. A distância para o São Paulo é de cinco pontos, mas o que torna a briga pelo título é a oscilação do time de Maurício Barbieri. Nas últimas cinco rodadas, por exemplo, o Rubro-Negro venceu só um jogo.

Na visão de Léo Duarte, a semana livre para treinos no Ninho do Urubu pode ser determinante para a equipe reencontrar o bom futebol e deixar para trás a irregularidade apresentada nos últimos meses.

- Fazia muito tempo que não tínhamos uma semana livre para trabalhar. Isso dificulta o trabalho dele e dos jogadores. Temos que treinar para aprimorar o que fazemos dentro de campo. Conseguiremos fazer isso durante a semana e espero que dê resultado domingo - disse Léo, projetando a partida contra o Galo.

Confira outras respostas do zagueiro Léo Duarte nesta terça, no Ninho:

Pretensão do Flamengo no Campeonato Brasileiro

?

Queremos muito esse título. Infelizmente, estamos tropeçando, mas se engatarmos três, quatro vitórias, vamos ficar mais perto do título e vamos chegar forte. Sabemos que está embolado. Podemos brigar pela liderança. O Campeonato Brasileiro é muito difícil. No início, são sempre seis, sete equipes que vão entrar pela disputa do título e é isso que está acontecendo este ano.

Desgaste como resposta para a queda do Flamengo

É um dos principais fatores. Foram 18 jogos em 60 dias, o time titular mudou pouco... Foram só três folgas em 60 dias. É uma maratona e o jogador acaba cansando. A temporada é longa, jogos difíceis, desgastantes... É muito difícil manter a regularidade o ano inteiro e, infelizmente, foi o que aconteceu com a gente. Não queríamos ter essa baixa, mas agora vamos buscar, descansar e treinar forte durante essa semana para domningo conseguirmos o resultado.

Jogo contra o Galo decisivo para a continuidade do trabalho de Barbieri

Não falamos sobre isso. Temos consciência de que é um jogo muito importante. Primeiro, temos que pensar no Atlético-MG, depois no Corinthians. Temos que focar no Atlético-MG. Sabemos da pressão que o Barbieri e todos nós estamos sofrendo. Temos que mudar esse cenário. Treinar e correr dobrado.

Desfalque de Diego

Diego é um jogador importante, um dos nossos líderes técnicos. Vai fazer falta, mas têm bons jogadores à disposição que estão preparados para entrar e fazer um bom trabalho.

Perigos do Atlético-MG e do artilheiro Ricardo Oliveira

?

Ricardo Oliveira é um ótimo jogador, muito inteligente e forte. Nunca joguei contra, mas vou analisar mais ele e o time do Atlético-MG para fazermos um bom jogo e conquistar a vitória. É um bom time, gosta de ter a bola, tem jogadores rápidos na frente. Temos que entrar concentrados para sair com o resultado.

Esporte