PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Técnico do Grêmio faz duras críticas ao responsável pelo gramado da Arena

24/05/2018 14h39

Depois de uma suada vitória do Grêmio na noite da última quarta-feira (23) contra o Defensor pela Copa Libertadores, a entrevista coletiva dada pelo técnico Renato Portaluppi teve um alvo claro e explícito: O administrador do gramado da Arena.

Em diversas respostas dadas pelo treinador gremista havia um tom pesado de críticas feitas de maneira direta a Mauro Araújo, presidente da empresa responsável pelos cuidados como um todo da estrutura do estádio, a Arena Porto-Alegrense.

Renato chegou a citar que, em uma reunião feita onde estavam ele, o presidente da Arena Porto-Alegrense e Romildo Bolzan, presidente do Grêmio, houve o pedido para que não houvesse treinos em dias antes dos jogos para preservação do gramado.

Entretanto, segundo o técnico do Tricolor, o aluguel para torneios fora do período de utilização do clube segue prejudicando as condições do campo e influencia diretamente no desempenho da equipe:

- O presidente fez um acordo comigo e com o pessoal da Arena que o Grêmio não treinaria mais para poupar o gramado. Nem às vésperas treinamos mais. Mas esta pessoa, por uma irresponsabilidade total, que não tem capacidade, está alugando a Arena e deixando fazer um torneio aqui, como ocorreu no último sábado. Encontramos o campo nestas condições. As pessoas não sabem.

A irritação com o caso era tamanha que Renato Portaluppi chegou a classificar a situação como fruto de irresponsabilidade:

- O que me tira do sério é a irresponsabilidade da pessoa que cuida do campo do Grêmio. Esse rapaz não tem a mínima condição do cargo aqui na Arena. É inaceitável não cuidar do gramado. É uma irresponsabilidade total. Trabalham na Arena porque o Grêmio existe. O mínimo é cuidar do gramado.

Esporte