PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Inglaterra vence Espanha com virada espetacular e é campeã mundial sub-17

Danishi Siddiqui/Reuters
Imagem: Danishi Siddiqui/Reuters

28/10/2017 14h30

Em maio, a Inglaterra se deparou com a Espanha na Eurocopa sub-17 e perdeu a final nos pênaltis. Neste sábado, quase cinco meses depois, a vingança veio com toques de crueldade. Depois de estarem perdendo por 2 a 0, os impiedosos ingleses viraram para 5 a 2, na decisão do Mundial da categoria. Duelo antológico em Calcutá, na Índia, com gols dos campeões marcados por Brewster, Folden (2), Gibbs-White e Guehi. Sergio Gomez anotou os dois para os espanhóis, quando o camisa 10 ainda não tinha noção do que viria.

O JOGO

Apesar de um primeiro tempo equilibrado, a Espanha aproveitou bem as oportunidades que surgiram ao longo dos 45 minutos. A atual campeã europeia pouco teve a bola, mas balançou a rede duas vezes, após trocas de passes. Camisa 10, Sergio Gomez fez bis, curiosamente com duas assistências de Gelabert Pina. Era só o começo do insólito roteiro...

O resultado contrastava com a boa atuação dos ingleses, que tiveram quase 60% de posse de bola antes do intervalo. E o panorama foi alterado ainda antes das seleções irem ao vestiário. Algoz da Seleção Brasileira, Brewster, artilheiro do torneio e autor de sete gols nos últimos três jogos, deixou mais uma vez a sua marca, de cabeça, após jogada do insinuante Sessegnon. O oitavo da joia do Liverpool em toda a competição.

Na segunda etapa, ocorreu o que se desenhava. O gol da Inglaterra pilhou ainda mais o time que eliminou o Brasil nas semifinais, tanto que, em nova jogada vertical de Sessegnon, Gibbs-White deixou tudo igual, antes dos 15 minutos. Havia muito tempo para mais emoções. E elas vieram a rodo.

A épica virada veio em mais uma jogada de linha de fundo. Foden, pupilo de Pep Guardiola no Manchester City, só empurrou para a rede depois de cruzamento de Hudson-Odoi. E o segundo tempo dos sonhos só ficou mais doce. Guehi, em bate-rebate, dava mais uma pitada de vingança, anotando o quarto gol do English Team, que tornou o placar goleada depois de Folden fazer mais um gol, no finzinho. Título com muita autoridade e para a história.

Esporte