PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Torcida do Vasco protesta contra Eurico após jogo

27/10/2016 01h44

A paciência dos torcedores do Vasco esgotou mais uma vez na noite desta quarta-feira, em São Januário. Após o apito final no empate sem gols com o Avaí, os torcedores protestaram nas arquibancadas, vaiando os jogadores e xingando o presidente Eurico Miranda. Gritos de "Ei, Eurico, vai tomar no c..." e "Eurico, vai se f..., meu Vasco não precisa de você".

 

No momento do protesto, o setor social de São Januário também contou com uma confusão específica. O assessor especial da presidência e filho de Eurico Miranda, Eurico Brandão, mais conhecido como Euriquinho, que está suspenso por 15 dias pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva, se envolveu com atritos com torcedores e gás de pimenta chegou a ser utilizado pela Polícia Militar para acalmar os ânimos.

 

No fim, cerca de dez pessoas foram encaminhadas ao Jecrim (Juizado Especial Criminal) de São Januário para maiores esclarecimentos.

 

 

 

Esporte