PUBLICIDADE
Topo

Copa da Itália - 2022

Inter bate Juventus em jogo eletrizante e é campeã da Copa da Itália

Jogadores da Inter de Milão comemoram o título da Copa da Itália 2021/22 - FILIPPO MONTEFORTE / AFP
Jogadores da Inter de Milão comemoram o título da Copa da Itália 2021/22 Imagem: FILIPPO MONTEFORTE / AFP

Do UOL, em São Paulo

11/05/2022 18h36

Classificação e Jogos

A Inter de Milão conquistou o título da Copa da Itália sobre a Juventus ao vencer por 4 a 2. O confronto, realizado na tarde de hoje, terminou empatado no tempo normal, mas na prorrogação Perisic balançou as redes em duas oportunidades. Os gols do confronto foram marcados por Barella, Çalhanoglu, Perisic (duas vezes) para os nerazzurri, enquanto Alex Sandro e Vlahovic descontaram para os bianconeri.

Com essa conquista, a Inter quebrou um jejum de 11 anos, já que o clube não levantava uma taça da Copa da Itália desde a temporada 2010/11. Com isso, já soma oito títulos da competição.

A Velha Senhora vai passar em branco nesta temporada, já que no Italiano está apenas na quarta colocação, com 69 pontos, 11 a menos que o líder Milan.

A Juve volta a campo na próxima segunda-feira (16), às 15h45 (de Brasília), para enfrentar a Lazio, em casa. Já a Inter encara o Cagliari no domingo, às 15h45 (de Brasília). Ambas as partidas são válidas pela 37ª rodada do Campeonato Italiano.

Golaço!

Logo no início da partida, aos seis minutos, Barella abriu o placar para a Inter. O meia recebeu na esquerda, dominou puxando para o meio, com espaço e sem marcação, e bateu cruzado no ângulo, sem chances para Perin. Após o gol, a equipe de Milão passou a pressionar, criar mais e ser melhor na partida.

Barella, da Inter de Milão, celebra seu gol sobre a Juve na final da Copa da Itália - ISABELLA BONOTTO / AFP - ISABELLA BONOTTO / AFP
Barella, da Inter de Milão, celebra seu gol sobre a Juve na final da Copa da Itália
Imagem: ISABELLA BONOTTO / AFP

Duas vezes Handanovic

Até os 15 minutos a única finalização do jogo havia sido o gol de Barella. No entanto, nos minutos seguintes a Juve resolveu se impor na partida e foi a vez do goleiro Handanovic aparecer.

A primeira tentativa da Velha Senhora foi com Dybala, que chutou com perigo, mas o camisa 1 fez boa defesa. Já a segunda saiu dos pés de Vlahovic, que recebeu na área, após uma saída errada da Inter, dominou muito bem e bateu cruzado, mandando uma bomba para o goleiro fazer uma defesaça.

Inter pressionada

Depois da metade da primeira etapa, a Juve começou a gostar mais do jogo e acabou bombardeando o gol de Handanovic, que foi obrigado a fazer boas defesas para manter a Inter em vantagem no placar. Foram pelo menos cinco chances claras da Velha Senhora para empatar a partida.

Preocupação para Tite

Danilo deixou o gramado antes mesmo do intervalo. O jogador foi substituído por questões físicas e gera preocupação para o técnico da seleção brasileira, que o convocou para os próximos amistosos do Brasil, em junho.

Virada em Roma!

O segundo tempo também começou com muita pressão da Juventus. Aos seis minutos, depois de um chute travado de Vlahovic, a bola sobrou para Alex Sandro, que chutou de fora da área, teve desvio e Handanovic não viveu seu melhor momento do jogo, aceitando o empate.

Logo na sequência, num ótimo contra-ataque, Dybala recebeu em velocidade e deu de primeira para Vlahovic. O atacante entrou na área, cortou a marcação e parou em Handanovic, mas no rebote ele não desperdiçou e marcou o gol da virada da Juve. Tudo mudou em apenas dois minutos no Estádio Olímpico de Roma!

Vlahovic comemora seu gol sobre a Inter de Milão na final da Copa da Itália - FILIPPO MONTEFORTE / AFP - FILIPPO MONTEFORTE / AFP
Vlahovic comemora seu gol sobre a Inter de Milão na final da Copa da Itália
Imagem: FILIPPO MONTEFORTE / AFP

Tudo igual

Lautaro recebeu na pequena área, mas se enroscou com Bonucci e caiu no gramado. O árbitro da partida logo apontou a marca da cal. Çalhanoglu foi para bola, pegou muito bem e mandou no ângulo, indefensável para Perin.

Perisic!

Já na prorrogação, De Vrij caiu na área da Juve após toque de De Ligt. A partida seguiu, mas o jogo foi paralisado para o VAR checar o lance. O árbitro da partida foi chamado ao monitor e marcou a penalidade. Perisic cobrou bem e colocou a Inter em vantagem no placar novamente.

Pouco tempo depois, a Inter aproveitou o espaço no contra-ataque. Perisic recebeu na entrada da área, sem marcação, e acertou belo chute cruzado para fazer o quarto gol da equipe de Milão.

Perisic comemora seu gol sobre a Juventus na final da Copa da Itália - FILIPPO MONTEFORTE / AFP - FILIPPO MONTEFORTE / AFP
Perisic comemora seu gol sobre a Juventus na final da Copa da Itália
Imagem: FILIPPO MONTEFORTE / AFP

Cronologia

Logo aos seis minutos do primeiro tempo, o meia Barella abriu o placar para a equipe de Milão. Na segunda etapa, logo no início, Alex Sandro deixou tudo igual, aos seis, e, no minuto seguinte, Vlahovic fez o gol da virada para a Juve, mas no final do tempo regulamentar Çalhanoglu empatou o confronto. Já na prorrogação, Perisic colocou a Inter na frente novamente, mascando aos oito, de pênalti, e aos 11.

FICHA TÉCNICA: JUVENTUS 2x4 INTER DE MILÃO

Motivo: Final da Copa da Itália
Local: Estádio Olímpico, em Roma (Itália)
Data e horário: 11 de maio de 2022, às 16h (de Brasília)
Gols: Barella (6' 1ºT - INT), Alex Sandro (6' 2ºT - JUV), Vlahovic (7' 2ºT - JUV), Çalhanoglu (35' 2ºT - INT), Perisic (8' 1ºT(P) - INT), Perisic (11' 1ºT(P) - INT)
Cartões amarelos: Brozovic (INT), Locatelli (JUV), Vidal (INT)

JUVENTUS: Perin; Danilo (Morata), Chiellini (Arthur), De Ligt e Alex Sandro (Pellegrini); Rabiot, Zakaria (Locatelli) e Cuadrado; Dybala (Kean), Bernardeschi (Bonucci) e Vlahovic. Técnico: Massimiliano Allegri

INTER DE MILÃO: Handanovic; D'Ambrosio (Dimarco (Bastoni)), De irj, Skriniar e Darmain (Dumfries); Barella, Brozovic, Çalhanoglu (Vidal) e Perisic; Lautaro (Alexis Sánchez) e Dzeko (Joaquín Correa). Técnico: Simone Inzaghi