PUBLICIDADE
Topo

Gaúcho - 2022

Quem é o União Frederiquense, adversário do Inter no Gauchão

União Frederiquense é o atual campeão da Divisão de Acesso do Rio Grande do Sul - Thiago Henrique/UFF
União Frederiquense é o atual campeão da Divisão de Acesso do Rio Grande do Sul Imagem: Thiago Henrique/UFF

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

29/01/2022 04h00

Classificação e Jogos

O Internacional entra em campo hoje (29) a partir das 16h (de Brasília) para disputar a segunda rodada do Campeonato Gaúcho. E do outro lado do campo estará um rival pouco conhecido. O União Frederiquense foi fundado há apenas 12 anos, mas já disputa a elite do futebol do Rio Grande do Sul pela segunda vez. Além disso, o clube tem planos ambiciosos e quer concluir a iluminação sustentável de sua Arena.

O segundo nome do clube, Frederiquense, se refere a sua cidade. O time é de Frederico Westphalen, cidade localizada no noroeste do Rio Grande do Sul, distante aproximadamente 365 km de Porto Alegre.

Já União diz respeito ao motivo de sua fundação. O plano foi acabar com uma rivalidade local entre os clubes Ipiranga e Itapagé, ambos amadores. Da junção deles nasceu o União Frederiquense. Na camisa, inclusive, ambos estão representados. O verde do Ipiranga e o vermelho do Itapagé são acompanhados pelo branco, considerado uma cor neutra.

O clube foi fundado em agosto de 2010 e no mês seguinte foi registrado na Federação Gaúcha de Futebol. Desde 2011 que a equipe participa das competições da FGF, mas já tinha até título e participação na elite antes mesmo deste ano.

Em 2014 a equipe conseguiu subir para primeira divisão estadual com o terceiro lugar na Divisão de Acesso. Porém, foi rebaixada no debut na elite ao terminar o Gauchão em 15º.

Depois de alguns anos longe dos holofotes, em 2021 veio o primeiro título da história. O Leão, como é conhecido, conquistou a Divisão de Acesso ao bater o Guarany de Bagé na final. A campanha histórica teve 19 jogos de invencibilidade.

Arena sustentável

Arena União, estádio do União Frederiquense no Rio Grande do Sul - Fernando Quadros/Divulgação/União Frederiquense - Fernando Quadros/Divulgação/União Frederiquense
Imagem: Fernando Quadros/Divulgação/União Frederiquense

A Arena União foi inaugurada em 2017 e tem capacidade para 1.400 torcedores. O plano é fazer, de acordo com o avanço do clube, o estádio aumentar de tamanho. Mas receber número maior de torcedores não é a única melhoria do campo de jogo da cidade de pouco mais de 30 mil habitantes. A sustentabilidade é a meta principal.

No início deste ano, foi firmada parceria com o grupo Creluz para instalação de uma usina fotovoltaica nas dependências do estádio. O acordo firmou a cedência do local para obra da usina e permanência pelos próximos 25 anos, com possibilidade de renovação.

O local, quando funcionando, vai gerar 1 megawatt, energia suficiente para abastecer 500 casas. Além, é claro, da iluminação da própria Arena.

Os refletores já foram inaugurados mas ainda não funcionam com energia solar. As obras da usina devem avançar com mais força após a disputa do Gauchão.

"A iluminação é uma cereja no bolo, e resolve um problema operacional do clube. Nós queremos transformar a Arena União-FW, em um grande palco de acontecimentos ambientais, na parte de vegetação e educacional nas escolas. Ratifico: a Arena União-FW é da comunidade e queremos que seja mais do que futebol. Vamos explorar como grande case ambiental, mostrando novidades, assim como é a usina para a comunidade", disse o presidente do clube, Vinícius Girardi.

Ex-jogador histórico do Inter comanda o time

Dentro de campo, o União Frederiquense manteve boa parte do elenco que subiu para a elite do futebol gaúcho. Ao mesmo tempo agregou jogadores como Jander, Itaqui e Mazinho.

O técnico do título de 2021 foi mantido. É Daniel Franco, jogador histórico do Internacional, que pendurou as chuteiras em 2003. Foi ele quem guiou o Leão ao título do ano passado e participou da montagem do elenco atual.

"O União volta à elite do futebol gaúcho desta vez com mais experiência, já sabendo como funciona a dinâmica da Série A, mais estruturado e consciente de como proceder e como deve fazer para que as coisas aconteçam. Temos uma expectativa muito grande na permanência e estou feliz de fazer parte deste retorno. No ano de 2021 tivemos grandes resultados, com acesso e título. Agora buscamos, jogo a jogo, a permanência na elite do futebol gaúcho", disse o treinador ao UOL Esporte.

"Jogar contra a dupla Gre-Nal é algo fascinante para os times do interior, e não é diferente para nós. É nosso segundo jogo da competição e vamos a Porto Alegre pegar o Inter no Beira-Rio. Um jogo que pode ser um divisor de águas, nos traz muita emoção, motivação, inspiração e somos sabedores que o favorito é o Internacional, que é um clube gigante, um dos maiores do país e reconhecido mundialmente, mas vamos lá para fazer nosso papel e tentarmos conter todo ímpeto do Inter e conquistar algum ponto que seria muito importante para nós", completou.

INTERNACIONAL X UNIÃO FREDERIQUENSE
Data e hora
: 29/01/2022, às 19h (de Brasília)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Francisco Soares Dias
Auxiliares: Mauricio Coelho Silva Penna e Artur Avelino Birk Preissler
INTERNACIONAL: Daniel; Heitor, Bruno Méndez, Victor Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado, Edenilson, Mauricio, Taison e Boschilia; Wesley Moraes.
Técnico: Alexander Medina.
UNIÃO FREDERIQUENSE: Luis Cetin; Lessa (Itaqui), Talis, Heltton e Jander; Igor Silva, Marquinhos, Eliomar, Yuri e Tony Júnior; Anderson Magrão.
Técnico: Daniel Franco.