PUBLICIDADE
Topo

Bayern de Munique

Bayern: Não vacinados querem ir à justiça contra perda salarial, diz jornal

Grupo de jogadores não vacinados pode ir a justiça por medidas restritivas - Wolfgang Rattay/Reuters
Grupo de jogadores não vacinados pode ir a justiça por medidas restritivas Imagem: Wolfgang Rattay/Reuters

Do UOL, em São Paulo

22/11/2021 16h55

Os cinco jogadores não vacinados do Bayern de Munique querem ir a justiça contra o clube. De acordo com o jornal alemão 'Bild', Joshua Kimmich, Serge Gnabry, Michael Cuisance, Jamal Musiala e Eric Maxim Choupo-Moting não ficaram satisfeitos com a redução salarial por não terem tomado vacina e não descartam a possibilidade de ir para os tribunais por conta da medida.

Pela nova lei do estado da Baviera, as empresas podem reduzir o pagamento de funcionários que se recusam a tomar o imunizante contra a covid-19. Com isso, os funcionários não vacinados tem de passar por quarentena e tem esses dias descontados do pagamento, o que deve acontecer com os jogadores do Bayern.

Ainda segundo a publicação, esses jogadores foram afastados por terem tido contato com uma pessoa que testou positivo. Enquanto isso, a cúpula do clube pretende mandar um alerta e aumentar a pressão para eles se vacinarem.

Em meio a resistência dos atletas, a Alemanha vive uma nova crise por causa da pandemia. O país debate a possibilidade de tornar a vacinação contra a covid-19 obrigatória, depois do aumento de casos nos últimos sete dias. Com 68% da população vacinada, a Alemanha registrou 65 mil novos casos da doença na semana passada, o maior número já registrado desde o início da pandemia.

Bayern de Munique