PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Fortaleza e Ceará empatam em 1º Clássico-Rei na Copa do Brasil

Do UOL, em São Paulo

02/06/2021 20h56

Classificação e Jogos

Fortaleza e Ceará empataram por 1 a 1, hoje (2), na Arena Castelão, pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Esse foi o primeiro Clássico-Rei da história do torneio disputado em sistema de mata-mata. Cléber, no começo da partida, abriu o placar para o Vovô, enquanto Wellington Paulista decretou a igualdade para o Leão.

Com o resultado, o confronto fica aberto para a briga da vaga nas oitavas de final e pelo prêmio de R$ 2,7 milhões. Uma nova igualdade na partida de volta, que acontecerá no dia 10, na mesma Arena Castelão, levará a disputa para os pênaltis, pois a Copa do Brasil não tem o critério de gol qualificado para definir um classificado.

Antes do confronto decisivo, Fortaleza e Ceará ainda jogarão pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. O Fortaleza enfrenta o Internacional, na Arena Castelão, no domingo (6). Já o Ceará viaja para encarar o Santos, no sábado (5), na Vila Belmiro.

Gol "Parabéns pra Você"

O centroavante Cléber deu um presente ao Ceará logo no começo da partida. Ele abriu o placar em um lance de oportunismo ao empurrar para o gol um rebote do goleiro Felipe Alves em chute de Gabriel Dias. Na comemoração, os jogadores cantaram "parabéns pra você" em homenagem ao aniversário do Vozão, que comemorou nesta quarta 107 anos de fundação. "Centroavante tem que estar atento, ligado para guardar a bola que sobrar. Clássico é decidido nos detalhes", descreveu Cléber no intervalo em entrevista ao Sportv.

Leão inoperante

O Fortaleza se preparou para controlar a partida. Usou dois laterais para formar um trio de zaga com Titi e liberou Yako Pikachu. O time de Juan Pablo Vojvoda teve mais a posse de bola, propôs investidas ofensivas, mas nenhuma delas resultou em perigo ao gol. David tentou finalizar em dois cabeceios fracos que foram para fora. Já no fim do primeiro tempo, foi a vez de Matheus Jussa arriscar um chute mascado para fácil defesa de Richard.

Vovô à vontade

O Ceará, por sua vez, jogou bem ao seu estilo e ainda teve a favor o fato de abrir o placar logo no começo. Dessa forma, esperou o Fortaleza se mandar para o ataque e marcou a partir de seu campo de defesa. Parecia satisfeito com a vitória magra e nem procurou mais o gol na etapa inicial.

Goleiro do Fortaleza polemiza

Uma imagem flagrada pela TV mostrou a irritação do goleiro Felipe Alves, do Fortaleza, com o campo da Arena Castelão. Assim que o árbitro Wagner do Nascimento Magalhães apitou, ele arrancou pedaços de grama da pequena área, acreditando que as falhas teriam interferido no rebote que deu para o primeiro gol do Ceará. O buraco foi prontamente remendado pela equipe de apoio do estádio durante o intervalo.

Fortaleza busca o empate

O segundo tempo continuou sob controle do Fortaleza. O Leão, porém, conseguiu ser mais contundente no ataque, especialmente após a entrada de Romarinho em lugar de Bruno Melo. E na base da insistência em cima da área adversária, conseguiu o gol de empate com Wellington Paulista. Aos 25 minutos, Lucas Crispim fez cruzamento para a área e encontrou o veterano centroavante, que deu um leve desvio no canto esquerdo. A bola tocou na trave, voltou no goleiro Richard e entrou.

Leão mais perto da vitória

Em um duelo bastante disputado e com mais oportunidades no segundo tempo, o gol da vitória ficou mais perto do Fortaleza. Aos 46 minutos, Yago Pikachu, que havia sido o herói da estreia no Brasileirão ao marcar os dois gols na vitória sobre o Atlético-MG, teve a bola do jogo. Após cobrança de lateral da esquerda, ela sobrou para o meia na marca do pênalti. Ele bateu de primeira, mas a bola saiu à direita do goleiro Richard.

Primeira vez na Copa do Brasil

Ceará e Fortaleza nunca haviam-se enfrentado pela Copa do Brasil em quase 600 confrontos de história. Em 2021, o Clássico-Rei foi disputado pela quarta vez, sendo o primeiro com vitória do Ceará. Na Copa do Nordeste, os arquirrivais empataram por 0 a 0. No Campeonato Estadual, o Fortaleza ganhou por 2 a 0 na segunda fase. Os times voltaram a se encontrar na decisão do torneio, quando um empate sem gols garantiu o tricampeonato ao Tricolor.

Técnico argentino invicto

O resultado diante do Ceará manteve o técnico Juan Pablo Vojvoda invicto no comando do Fortaleza. Ele dirigiu o time pela primeira vez no dia 12 de maio, quando o Leão aplicou uma goleada por 6 a 1 sobre o Crato no Campeonato Cearense. Desde então, foram cinco vitórias e dois empates. Uma dessas igualdades aconteceu na final do Estadual, contra o mesmo Ceará, e valeu o tricampeonato ao Tricolor por ter a melhor campanha.

Baixas da Copa do Brasil

Ambos os times entraram em campo com desfalques provocados pela própria Copa do Brasil. O Fortaleza não pôde contar com o zagueiro Marcelo Benevenuto, que já havia disputado o torneio pelo Botafogo. Já o Ceará não teve o zagueiro Messias em sua escalação. O beque entrou em campo na competição defendendo o América-MG.

Ficha Técnica

Fortaleza 1 x 1 Ceará
Motivo: 3ª fase da Copa do Brasil
Data: 02 de junho de 2021 (quarta-feira)
Horário: 19h (horário de Brasília)
Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
Juiz: Wagner do Nascimento Magalhães
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Corrêa e Thiago Henrique Farinha
Cartões amarelos: David, Matheus Jussa, Tinga (Fortaleza); Charles (Ceará)
Gols: Cléber, aos 10min do primeiro tempo (Ceará); Wellington Paulista, aos 25min do segundo tempo (Fortaleza)

Fortaleza: Felipe Alves; Tinga, Titi e Bruno Melo (Romarinho); Matheus Jussa, Luiz Henrique (Lucas Crispim), Éderson e Matheus Vargas (Felipe); Yago Pikachu, Wellington Paulista (Robson) e David. Técnico: Juan Pablo Vojvoda

Ceará: Richard; Gabriel Dias, Klaus, Jordan e Bruno Pacheco; Pedro Naressi (Jorginho), Charles (Oliveira), Fernando Sobral e Vina (Marlon); Rick (João Victor) e Cléber (Saulo Mineiro). Técnico: Guto Ferreira

Futebol