PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Braçadeira atirada por Cristiano Ronaldo rende R$ 430 mil para ajudar bebê

Braçadeira de capitão de Cristiano Ronaldo que acabou com o bombeiro Djordje Vukicevic - REUTERS/Marko Djurica
Braçadeira de capitão de Cristiano Ronaldo que acabou com o bombeiro Djordje Vukicevic Imagem: REUTERS/Marko Djurica

Do UOL, em São Paulo

02/04/2021 14h07

A braçadeira de capitão atirada por Cristiano Ronaldo em ataque de fúria no empate entre Portugal e Sérvia foi leiloada por 64 mil euros (cerca de R$ 430 mil) para arrecadar dinheiro para o tratamento médico de um bebê sérvio.

O camisa 7 atirou a braçadeira de capitão da seleção portuguesa após se irritar por não ter um gol validado mesmo após a bola cruzar a linha.

No lance, o zagueiro Mitrovic deu um carrinho para interceptar a bola. Sem VAR, a arbitragem interpretou que a bola não entrou, mas o replay do lance na transmissão do jogo mostrou que a bola havia cruzado a linha do gol sérvio.

O bombeiro Djordje Vukicevic, que estava trabalhando durante o jogo, pegou a braçadeira no gramado após Cristiano Ronaldo ter saído furioso do campo. Ele, então, decidiu doar a peça para um leilão com o objetivo de arrecadar dinheiro para o tratamento de Gavrilo Djurdjevic, um bebê sérvio de seis meses que sofre de atrofia muscular espinhal.

"Ronaldo estava agitado e jogou a braçadeira. Ela caiu bem ao meu lado", disse Vukicevic. "Toda a nossa equipe concordou que esta braçadeira irá para o pequeno Gavrilo", acrescentou.

Cristiano Ronaldo braçadeira - Srdjan Stevanovic/Getty Images - Srdjan Stevanovic/Getty Images
Cristiano Ronaldo atirou braçadeira de capitão após ter não ter gol validado em jogo de Portugal
Imagem: Srdjan Stevanovic/Getty Images

Esporte