Topo

São Paulo renova contrato do zagueiro Walce até dezembro de 2022

Walce assina contrato - Reprodução/Twitter do São Paulo
Walce assina contrato Imagem: Reprodução/Twitter do São Paulo

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

04/10/2019 12h55

O São Paulo já começa a programar para o futuro. O clube anunciou hoje (4) a renovação do contrato do zagueiro Walce até dezembro de 2022. O antigo vínculo com o Tricolor paulista era válido até 13 de outubro de 2021, segundo registro da Federação Paulista de Futebol.

O jogador, de 20 anos, é considerado uma das principais apostas das categorias de base. Apesar de não ter tido tantas oportunidades para atuar como titular, era bastante elogiado por Cuca.

Por causa deste prestígio, já havia chamado a atenção no mercado da bola de outras equipes. No ano passado, por exemplo, Rogério Ceni tentou diversas vezes o empréstimo de Walce para o Fortaleza. A ideia era aproveitar a velocidade e a boa saída de bola do defensor para ajudar o time cearense a atuar mais adiantado e forma mais ofensiva.

Pelas mesmas razões, em janeiro deste ano, o argentino Jorge Sampaoli chegou a sugerir o nome da revelação tricolor ao Santos. Porém, a negociação não chegou a andar.

Walce nasceu em 2 de fevereiro de 1999 na cidade de Cuiabá, capital do Mato Grosso. Foi encontrado pelo São Paulo na mesma época e no mesmo projeto que revelou o atacante Brenner, comandado por Carlos Profeta. Na base, chegou a atuar algumas vezes como lateral-direito, mas ganhou fama como zagueiro e, muitas vezes, capitão.

Fora de campo, o zagueiro mostra muito apego à família. Nas folgas, costuma viajar para encontrar os parentes que moram no interior paulista. Esse carinho, essa ligação familiar também está presente em seu nome, escolhido para homenagear o pai que não conheceu. Walce, o pai, morreu durante a gravidez de Izaura.

Ele era repórter cinematográfico no Mato Grosso. Um trabalho que até hoje enche Walce de orgulho. Ele costuma publicar fotos antigas do pai em ação e chegou a comemorar um gol, em 2017, simulando o uso de uma câmera.

Foi o pai também quem ajudou a plantar a paixão pelo futebol na família. O irmão mais velho de Walce, Walber, foi batizado assim para homenagear o zagueiro Válber, um dos destaques do São Paulo de Telê Santana, que fez história no início dos anos 1990. E foi o primeiro a se aventurar na carreira de atleta profissional. Mas uma grave lesão, quando atuava em Portugal, o fez desistir.