Topo

Futebol


Arsenal envia olheiro e cogita pagar R$ 33 mi por revelação do Paulistão

Jovem Gabriel Martinelli chama atenção no Paulista com a camisa do Ituano - Miguel Schincariol/Ituano FC
Jovem Gabriel Martinelli chama atenção no Paulista com a camisa do Ituano Imagem: Miguel Schincariol/Ituano FC

Marcus Alves

Colaboração para o UOL, de Lisboa (POR)

12/03/2019 04h00

Quando o Palmeiras recebeu o Ituano no fim de fevereiro, havia grande expectativa pelo primeiro jogo como titular de Ricardo Goulart. O atacante não decepcionou, marcou duas vezes e foi o nome do jogo na vitória de 3 a 2, mas, nas tribunas do Allianz Parque, havia interesse especial pelo camisa 11 dos visitantes, Gabriel Martinelli. No rastro do jovem jogador de 17 anos, o poderoso Arsenal enviou um representante para acompanhá-lo: o olheiro Everton Gushiken.

A notícia do interesse do time inglês no jovem foi publicada inicialmente pelo site "Goal". A princípio, poderia ser apenas mais uma noite de observação, porém, conforme apurado pelo UOL Esporte, o interesse dos londrinos é concreto e materializado através de conversas que acontecem desde o início do ano.

Segundo pessoas ligadas às conversas, um acordo que pode chegar a 8 milhões de euros (R$ 33,5 milhões), incluindo bonificações, está sendo discutido, mas ainda sem martelo batido. Existe também interesse de Watford e Crystal Palace pela revelação do Paulistão.

Outros que fizeram contato dentro do mercado nacional foram Flamengo, Santos e Cruzeiro, ainda que as cifras colocadas na mesa dificultem qualquer avanço neste momento.

Até aqui, Martinelli tem tido uma temporada de sonho.

Nascido em 2001, o meia-atacante brilhou primeiro na Copa São Paulo, balançando as redes seis vezes em quatro jogos pelo Ituano. No estadual, não se acanhou entre os mais velhos, é destaque em diversos números e carrega agora quatro gols e três assistências.

Se ainda pairava qualquer dúvida, foi o suficiente para o Arsenal e outros clubes concluírem que se trata de um ponto fora da curva entre a garotada que tem despontado. Para completar, o atacante ainda apresenta outro fator atrativo: está em processo de obtenção do passaporte italiano e não figurará assim como extracomunitário em caso de transferência para o exterior.

Como completará 18 anos somente em junho, as tratativas acontecem em torno de sua ida para a Europa logo que completar a maioridade. Martinelli tem a sua carreira comandada pela TFM (ex-Traffic), que trabalha com Vinícius Junior, do Real Madrid, entre outros nomes.

O talento da promessa do time de Itu não é exatamente uma novidade para os representantes internacionais.

Com origem em Guarulhos, na grande São Paulo, Martinelli fez parte da base do Corinthians e era considerado um fenômeno, marcando 73 gols em 139 partidas. Aos 13 anos, foi obrigado a acompanhar a mudança de sua família para o interior paulista e trocar também de ares, se integrando ao Ituano. O seu desempenho seguiu o mesmo e despertou o assédio de fora.

Manchester United e Barcelona vieram atrás com convites para um período de treinos. A passagem pelo velho continente rendeu foto ao lado do craque francês Paul Pogba, mas não um contrato definitivo. Existe entusiasmo em relação ao Arsenal, no entanto, um pouco ponderado até que se alcance o acerto, em virtude do histórico da equipe de investimento mais reduzido nos últimos anos.

O atual vínculo de Martinelli com o Ituano se encerra no final de 2022, mas dificilmente será cumprido.

Mais Futebol