PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Expulso na Libertadores, Mano é impedido de dar coletiva no Cruzeiro

Mano Menezes foi impossibilitado de dar entrevista por conta de expulsão - Vinnicius Silva/Cruzeiro
Mano Menezes foi impossibilitado de dar entrevista por conta de expulsão Imagem: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Do UOL, em Belo Horizonte

07/03/2019 21h24

Mano Menezes ficou fora da entrevista coletiva do Cruzeiro após a vitória por 1 a 0 sobre o Huracán, da Argentina, pela primeira rodada do Grupo B da Copa Libertadores. O técnico foi impossibilitado de ir à sala de imprensa por conta da expulsão durante a partida.

O treinador recebeu cartão vermelho do árbitro Diego Haro nos minutos finais por conta de uma reclamação. Na ocasião, o técnico se irritou com o peruano que apitava o duelo por não autorizar a entrada de Marquinhos Gabriel na vaga de Rafinha.

O gaúcho foi à loucura às margens do gramado e foi punido pela arbitragem por conta da forma veemente como se manifestou. Ele precisou ir para o vestiário na ocasião e também está impossibilitado de conceder entrevista coletiva.

Sem a presença de Mano Menezes, o escolhido para conceder entrevista coletiva foi o auxiliar técnico Sidnei Lobo. Além do membro da comissão, Rodriguinho, autor do gol do confronto, também concederá entrevista.

"Em relação à expulsão do Mano, já tinha acontecido com o nosso adversário. Como você fica muito próximo do campo, qualquer passo que você der já está dentro do campo. O treinador deles entrou em campo em uma situação ou outra, como aconteceu com o Mano. O juiz não estava com paciência e e o expulsou", explicou Sidnei Lobo.

Cruzeiro