PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Jornal divulga mensagens que mostram que o Cardiff ofereceu voo a Sala

Emiliano Sala em partida do Nantes - Jean-Francois Monier/AFP
Emiliano Sala em partida do Nantes Imagem: Jean-Francois Monier/AFP

Do UOL, em São Paulo

01/03/2019 16h30

O jornal francês "Ouest France" divulgou uma conversa por WhatsApp entre Emiliano Sala e um membro do Cardiff que mostraria que o jogador não foi abandonado pelo clube na negociação por um voo para Nantes, na França. A acusação tinha sido feita por Willie Mckay, ex-empresário do argentino.

Na versão de Mckay, o clube teria abandonado Sala, que se viu obrigado a organizar sozinho o voo que faria de Cardiff para Nantes. O avião particular em que estava caiu na região do Canal da Mancha, matando o jogador e o piloto David Ibbotson.

Na conversa divulgada pelo jornal, o funcionário do Cardiff propõe um voo comercial para Sala. O argentino, no entanto, recusou a oferta e disse ter acertado um voo particular organizado pelo próprio Willie Mckay.

"Amigo, eu tenho um avião para ir amanhã a Nantes e voltar na segunda-feira à noite para Cardiff. Willie Mckay me ligou", escreveu Sala.

Nesta semana, a comissão encarregada de estabelecer as causas do acidente (AAIB) informou que Ibbotson não tinha uma licença particular e por isso não poderia transportar passageiros a não ser que houvesse um acordo anterior à viagem para compartilhar despesas.

O Cardiff tratou de se defender. O clube enviou nota à BBC rebatendo as acusações de Willie McKay.

"Nosso clube estava no processo de organizar uma passagem em voo comercial para o Sr. Sala, mas teve sua oferta rejeitada até que acordos separados foram feitos, com os quais o Cardiff não estava a par", escreveu o clube.

Cadela de Emiliano Sala emociona familiares em velório

Band Notí­cias

Esporte