PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Pacote que manteve Mano no Cruzeiro inclui tentativa por lateral do Bayern

Rafinha celebra gol do Bayern em amistoso contra o Chelsea em Singapura - AFP PHOTO
Rafinha celebra gol do Bayern em amistoso contra o Chelsea em Singapura Imagem: AFP PHOTO

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

25/10/2017 04h00

Mano Menezes disse "sim" à diretoria do Cruzeiro na última sexta-feira e estendeu o contrato até dezembro de 2019. Mas o que fez o treinador permanecer na Toca da Raposa II?

Não foi apenas o aumento salarial - ele receberá R$ 650 mil por mês. Há também a promessa de um time forte e competitivo. Entre as tentativas da nova cúpula, está a ideia de buscar o lateral direito Rafinha. A informação foi divulgada pelo jornal Estado de Minas e confirmada pelo UOL Esporte com uma pessoa ligada à diretoria recém-eleita. 

Mano Menezes gesticula durante o jogo entre Cruzeiro e Corinthians - André Yanckous/AGIF - André Yanckous/AGIF
Imagem: André Yanckous/AGIF

Aos 32 anos, o atleta tem contrato com o Bayern de Munique até 30 de junho de 2018. Como não deve seguir na Allianz Arena, o jogador aparece como um sonho de comissão técnica e diretoria.

Itair Machado, novo vice de futebol do clube, estabeleceu contato com o jogador a fim de tirá-lo do clube alemão. A intenção do cartola é trazê-lo a partir de janeiro da próxima temporada. Contudo, o brasileiro quer encerrar a temporada pelos bávaros. O desejo de Rafinha é o grande entrave no negócio.

O lateral direito recebe 5 milhões de euros (R$ 19 milhões na cotação atual) por temporada na Allianz Arena. Os mineiros estariam dispostos a pagar cerca de R$ 6,5 milhões por temporada ao atleta - o que corresponde a um salário de R$ 540 mil por mês.

As conversas entre Cruzeiro e Rafinha ainda são incipientes, mas a ideia de trazer o jogador é mostrar ao técnico Mano Menezes que o clube pode montar um time forte para a disputa da Copa Libertadores da América 2018.

Além do lateral direito do Bayern, a Raposa tenta também a chegada de Bruno Silva, atualmente no Botafogo. O estafe do meio-campista se acertou com a cúpula do Cruzeiro, mas aguarda a liberação do clube carioca para sacramentar o negócio.

Futebol