PUBLICIDADE
Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão


UOL de Primeira

Empresa tem dificuldade na Europa e vende direitos do BR no Caribe

Taça do Campeonato Brasileiro - Divulgação/CBF
Taça do Campeonato Brasileiro Imagem: Divulgação/CBF
Exclusivo para assinantes UOL

Gabriel Vaquer

Do UOL, em Aracaju (SE)

03/12/2020 04h00

A Global Sports Rights Management (GSRM) anunciou que vendeu os direitos internacionais de transmissão do Brasileirão por três anos para a Flow Sports, que vai distribuir os jogos dos times brasileiros para 28 países do Caribe - entre eles, Jamaica, Trinidad e Tobago e Barbados. O acordo girou na casa de 1,5 milhão de dólares (R$ 7,8 milhões no câmbio atual). O valor é baixo porque o Brasileirão ainda é considerado um torneio periférico no mundo da bola. Serão três jogos ao vivo por semana, além de melhores momentos e bastidores das partidas.

Por ano de contrato, a GSRM garante um mínimo de 52,2 milhões de reais para os clubes da Séries A e B dividirem entre si. O valor total que será pago é de US$ 40 milhões até 2023. A De Primeira apurou que existem negociações ativas com empresas da América Central. Mesmo com diversas tentativas, a GSRM tem encontrado dificuldade para negociar com TVs e plataformas para Europa e Ásia, os maiores mercados financeiros de futebol. Acordos foram fechados no continente europeu em países como Portugal, Eslovênia e Bósnia, que não são grandes centros financeiros.

Após a matéria, a empresa enviou a seguinte nota: "A Global Sports Rights Management (GSRM) esclarece que os Campeonatos Brasileiros das Séries A e B já estão disponíveis em todos os países do mundo fora do Brasil, incluindo a Europa, por meio da plataforma Fanatiz. Além disso, e ao contrário do que diz a reportagem, também já existem novos contratos fechados para a exibição do torneio, tanto via streaming como em TV paga, em países europeus, entre eles Portugal, Albânia, Bósnia e Herzegovina, Croácia, Kosovo, Macedônia do Norte, Montenegro, Sérvia e Eslovênia. Apesar de contrato ser protegidos por cláusulas de confidencialidade, destacamos que não procede a informação publicada sobre os valores da parceria com a Flow Sports que estão descritos na matéria.

Importante, ainda, mencionar que a GSRM assumiu a comercialização dos direitos internacionais do Brasileirão em agosto deste ano e tem grandes expectativas para ampliar a visibilidade do torneio no Exterior no decorrer dos próximos quatro anos. Há algumas semanas, além do contrato com a Flow Sports, a GSRM também anunciou uma parceria com a Dugout, plataforma digital que pertence aos 10 maiores clubes de futebol do mundo e recebe visitas de 400 milhões de usuários por mês"

(Por Gabriel Vaquer)

UOL de Primeira