PUBLICIDADE
Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão


SPFC é condenado em ação de Maicon por jogos à noite e aos domingos

Maicon defendeu as cores do São Paulo de 2012 a 2015, participando de mais de 160 jogos - Celio Messias/VIPCOMM
Maicon defendeu as cores do São Paulo de 2012 a 2015, participando de mais de 160 jogos Imagem: Celio Messias/VIPCOMM
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

07/05/2020 04h00

O São Paulo foi condenado, em 2ª instância, em um processo trabalhista movido pelo meio-campista Maicon, que defendeu o clube entre 2012 e 2015 e atualmente veste as cores do Grêmio. A Justiça entendeu que o time do Morumbi deixou de pagar integralmente verbas referentes à adicional noturno e atividades aos domingos e feriados. A condenação ficou em R$ 200 mil, mas cabe recurso. O processo segue aberto, e os valores podem ser alterados. À De Primeira, o advogado do atleta, Leonardo Laporta, estima que o valor pode chegar a R$ 700 mil com a inclusão de juros e correção monetária pelo IPCA.

O processo tramita desde 2016 e está em segredo de Justiça. Na ação, os representantes de Maicon apresentaram súmulas das partidas que terminaram depois das 22 horas. Também foram anexadas informações sobre jogos realizados aos domingos e feriados. O jurídico do meio-campista pediu para que as partidas realizadas nesses períodos fossem contabilizadas como jornada dobrada. (Por Bruno Thadeu)

UOL de Primeira