PUBLICIDADE
Topo

Notícias em primeira mão dos bastidores do futebol, informações exclusivas sobre o seu time, novidades do mercado da bola e o melhor do jornalismo esportivo em um só lugar. Só para assinantes UOL!

Presença de vice do São Paulo gera "climão" em ônibus com jogadores

Vice Roberto Natel (foto) foi interpelado por Fernando de Barros e Silva, o filho do presidente Leco, em porta de ônibus - Daniel Vorley/AGIF
Vice Roberto Natel (foto) foi interpelado por Fernando de Barros e Silva, o filho do presidente Leco, em porta de ônibus Imagem: Daniel Vorley/AGIF

Do UOL, em São Paulo

02/10/2019 04h00

A presença do vice-presidente do São Paulo, Roberto Natel, durante a estadia da equipe no Rio de Janeiro para o jogo contra o Flamengo, no último fim de semana, surpreendeu muita gente e gerou mal-estar. Antes de entrar no ônibus com o elenco que seguia para o Maracanã, o dirigente foi interpelado por Fernando de Barros e Silva, o filho do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco. A conversa entre os dois durou pouco, mas deixou o clima mais pesado, segundo pessoas que estavam no local e ouvidas pela De Primeira.

Fernando disse a Natel para se assumir como oposição. O dirigente respondera que era preciso respeitá-lo, porque ele era o vice. Na sequência, ouviu que "ele que deveria se fazer respeitar". Natel argumentou com pessoas próximas que pagou a sua viagem e, na ausência de Leco, era o representante do clube no Rio. O "climão" do último jogo foi mais um episódio em que Natel se colocou contrário à gestão. Aliados durante o pleito, eles racharam ao longo do mandato, que teve início em abril de 2017. Procurados, ambos não negaram os fatos, mas evitaram se pronunciar sobre o caso. (Por José Eduardo Martins)

São Paulo não cogita contratar um substituto para Mancini

Ao menos por enquanto, o São Paulo não cogita contratar um profissional para ocupar a vaga de coordenador técnico. Vagner Mancini pediu demissão do cargo na última quinta-feira, quando o clube fechou com Fernando Diniz para assumir o comando da equipe. Uma possibilidade seria puxar alguém que já trabalha no Tricolor paulista ou buscar alguém no mercado em um futuro próximo. Mancini foi apresentado no início deste ano como substituto de Ricardo Rocha. Na época, tanto ele quanto o São Paulo garantiram que não haveria possibilidade de ele ser alçado para dirigir o time. Porém, com a queda de André Jardine e a licença médica de Cuca, ele foi o responsável por comandar a equipe durante parte do Paulista. (Por Arthur Sandes e José Eduardo Martins)

Flamengo: contrato de Jesus prevê cláusula de satisfação no fim do ano

Em lua de mel com a torcida e a diretoria do Flamengo, o técnico Jorge Jesus tem uma "cláusula de satisfação" em seu contrato, que vai até junho de 2020. Pelo acordo entre as partes, clube e treinador podem rever a relação em dezembro caso haja descontentamento de algum lado. A medida era mais uma proteção ao profissional, que optou por uma mudança brusca em sua carreira ao trocar Portugal pelo Brasil. Como dificilmente haverá rompimento antes do tempo, este item contratual não deverá sair do papel. (Por Leo Burlá)

Atlético-MG: Ronaldinho tem carta branca para armar time em despedida

O Atlético-MG permitiu que Ronaldinho escolhesse os convidados de sua despedida pelo clube, marcada para 11 de dezembro de 2019, no Mineirão. O jogo será entre amigos do ex-jogador e ídolos recentes do clube. Na partida em sua homenagem, o antigo camisa 10 do Galo terá a incumbência de convidar seus amigos para enfrentar um time de estrelas do ex-clube. O craque tem carta-branca para escolher quem participará da festividade. R10 atuará pelos dois times no duelo e estará ao lado de nomes como Leandro Donizete, Pierre e até o gerente de futebol atleticano Marques. (Por Thiago Fernandes)

Zezé Perrella teme rebaixamento e não deseja assumir o Cruzeiro em 2019

Os conselheiros do Cruzeiro serão convocados para votar o afastamento por até 90 dias da gestão de Wagner Pires de Sá. Pelo Estatuto do clube, se o mandatário e seus diretores forem afastados, o presidente do Conselho Deliberativo, Zezé Perrela, é quem assume o cargo de forma momentânea. O cartola, no entanto, já informou ao grupo de oposição que não deseja ocupar a função neste momento. O temor é que ele manche a sua história no clube com um possível rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro. A solução encontrada por ele é que Hermínio Lemos, conselheiro nato do clube, seja apoiado pela oposição. Perrella esteve à frente do Cruzeiro ao lado do irmão Alvimar por 17 anos e venceu títulos importantes, como Copa do Brasil, Brasileiro e Libertadores. Procurado para falar sobre o assunto, Zezé não atendeu às ligações. (Por Thiago Fernandes)

Inter: Divulgação de reunião com jogadores cria desconforto com organizada

Torcida do Internacional - Reprodução/Twitter - Reprodução/Twitter
Imagem: Reprodução/Twitter

A divulgação de uma foto de uma reunião dos líderes da torcida organizada Camisa 12 com jogadores do Internacional criou um desconforto e irritação nos bastidores do clube. A imagem foi postada no perfil da torcida no Twitter indicando que os aficionados haviam cobrado os atletas após o empate com Palmeiras. Sobis, Lomba e D'Alessandro parecem na imagem. No entanto, o encontro ocorreu no sábado para convidar os jogadores para um evento da organizada. A postagem gerou reclamações nos bastidores, irritou os jogadores, e o comando da torcida terá atenção chamada pelo clube em razão teor e do momento da postagem. Não está descartado que a organizada sofra punições. (Por Marinho Saldanha)