Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão


Santos queria ex-técnico do Boca e viu acerto "sem querer" com Sampaoli

Técnico Jorge Sampaoli (e) estava longe de estar entre as primeiras opções do presidente Peres (d) para dirigir o Santos - Divulgação/Santos FC
Técnico Jorge Sampaoli (e) estava longe de estar entre as primeiras opções do presidente Peres (d) para dirigir o Santos Imagem: Divulgação/Santos FC
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo, Porto Alegre e Rio de Janeiro

30/01/2019 04h00

O Santos negociou com Abel Braga, buscou Ariel Holán, do Independiente (Argentina) e cogitou outros nomes para comandar o time em 2019. O foco após diversas tentativas frustradas estava definido: Guillermo Schelotto, em fim de contrato com o Boca Juniors após a final da Copa Libertadores. O ex-atacante, no entanto, queria um tempo para resolver sua vida em Buenos Aires. Com pressa, os santistas acabaram fechando com aquele que não marcava presença na lista de prioridades. Longe de ser lembrado no início do planejamento, Jorge Sampaoli se mostrou um acerto para lá de inesperado até ente a cúpula do clube.

"Foi o sem querer que deu certo", resumiu o presidente José Carlos Peres, em contato com a De Primeira. Sem opções em vista, o cartola conversou com amigos e acabou lembrando do badalado técnico argentino meio ao acaso. Sem maiores esperanças, procurou intermediários e viu uma surpreendente e positiva sinalização para seguir com as conversas, finalizadas com sucesso ainda antes do final de 2018. (Por Pedro Ivo Almeida e Samir Carvalho)

Mais UOL de Primeira