PUBLICIDADE
Topo

Notícias em primeira mão dos bastidores do futebol, informações exclusivas sobre o seu time, novidades do mercado da bola e o melhor do jornalismo esportivo em um só lugar. Só para assinantes UOL!

Palmeiras não topa redução e segue sem acordo com a Globo para 2019

O presidente do Palmeiras, Mauricio Galiotte, não aceita a redução de receita sugerida pela TV Globo para a temporada 2019 - Ale Cabral/AGIF
O presidente do Palmeiras, Mauricio Galiotte, não aceita a redução de receita sugerida pela TV Globo para a temporada 2019 Imagem: Ale Cabral/AGIF

Do UOL, em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Belo Horizonte

07/11/2018 04h00

A Globo e o Palmeiras ainda não entraram em um acordo pelos direitos de TV aberta e Pay-per-view para o Campeonato Brasileiro 2019. A um mês do final da temporada, os dois lados têm divergências no modelo de contrato e no valor final do acordo. A emissora pretende incluir uma cláusula que diminui o que será pago por conta da assinatura do Alviverde com o Esporte Interativo para TV fechada. O clube não aceita essa condição e ainda pede uma valorização em relação aos contratos atuais. Com boa condição financeira, o time paulista acredita ter um bom poder de barganha.

Bahia, Atlético-PR e Palmeiras são os clubes que não assinaram com a TV Globo a partir da próxima temporada. Com isso, a emissora não poderia transmitir nenhum jogo que envolvesse uma dessas equipes, mesmo que tenha comprado os direitos do outro envolvido. Assim sendo, o Brasileirão teria até 30% dos jogos a cada rodada que não poderiam ser transmitidas por Globo e Premiere FC. Procurada pela De Primeira, a emissora disse que não teria nada a declarar sobre o impasse. (Por Danilo Lavieri)

São Paulo: Wesley aciona clube na Justiça por atraso

O volante Wesley acionou o São Paulo na Justiça por atrasos no pagamento de verbas de rescisão do seu contrato de imagem. O encerramento do vínculo custou aos cofres do clube R$ 1,6 milhão. Os valores foram pagos, mas, segundo o jogador, diversas parcelas foram quitadas após o vencimento. Com isso, o atleta, que atualmente defende o América-MG, cobra uma multa de R$ 130 mil. (Por Pedro Lopes)

Grêmio: Arena veta empresa e aumenta irritação por gramado

Gramado da Arena do Grêmio - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

O Grêmio indicou à Arena Porto-Alegrense, empresa que administra o estádio inaugurado no final de 2012, uma nova equipe especializada em manutenção de gramado na busca por um campo de jogo melhor. A sugestão foi feita mais de uma vez. Em todas, a resposta foi negativa sob alegação de que profissionais contratados diretamente pela gestora continuariam o processo diário. A atitude se soma à equação que gera desconforto no clube. A insatisfação com a grama continua, bem como divergência sobre métodos de conservação no dia a dia. Os dois lados da relação, no entanto, concordam que a troca por um gramado sintético está fora de cogitação. (Por Jeremias Wernek)

Vasco: doação de bolas de futsal gera novo atrito político

Os constantes atritos entre os grupos políticos do Vasco acontecem pelos mais variados motivos. O do início desta semana se deu após uma doação de 28 bolas de futsal por parte de integrantes de um chat de Whatsapp. Oposicionistas da atual diretoria criticaram a atitude, lamentando o clube ter de passar por isso, mas os responsáveis pela iniciativa - alguns que participam da vida política vascaína - trataram de rebater prontamente alegando que o gesto não foi por necessidade do Cruzmaltino, mas simplesmente por ajudar no processo que garantem ser burocrático por parte da instituição, e que agora atenderá toda a temporada da base. (por Bruno Braz)

SPFC: Conselho vota mudança no estatuto e vê Raí na "berlinda"

O Conselho Deliberativo do São Paulo vai se reunir na próxima terça-feira (13). Na pauta do encontro está a votação da mudança estatutária do clube. De acordo com a proposta apresentada, os conselhos não poderão mais exercer cargos remunerados no Tricolor paulista. Tal cláusula passaria a ser válida a partir de abril de 2020. Na reunião também será discutida a situação da equipe profissional. Quem deve falar sobre o momento do time é o executivo de futebol, Raí. Antes incontestável no clube, o ex-jogador já virou alvo de críticas de parte de alguns integrantes do Conselho Deliberativo. Os questionamentos podem ser ainda mais duros em caso de derrota para o Corinthians no clássico do próximo sábado (10). (Por José Eduardo Martins)

Flu: Reta final da novela fez Globo ignorar Sul-Americana

A reta final da novela "Segundo Sol" foi determinante para que a Globo decidisse não exibir a partida entre Atlético-PR x Fluminense, válida pela Sul-Americana. Sem bola rolando em sua grade, a emissora exibirá o antepenúltimo capítulo da trama com cerca de uma hora de duração, ao contrário dos 40 minutos destinados aos dias de futebol. Com a audiência da trama em alta, a Globo bateu o martelo e exibirá o filme "Capitão América" na sequência. A decisão caiu muito mal dentro da cúpula tricolor, que não gostou da decisão da principal parceira comercial do clube. Procurada, a assessoria de comunicação do canal justificou a escolha e informou que "a transmissão prevista para esta quarta era a final da Libertadores, mas como a partida não terá a participação de times brasileiros e foi transferida para sábado, a Globo optou por exibir o Cinema Especial". (Por Leo Burlá)