PUBLICIDADE
Topo

Nigéria

Rússia veta tradição nigeriana de levar galinhas vivas ao estádio

Torcedores nigerianos - AFP Photo
Torcedores nigerianos Imagem: AFP Photo

Do UOL, em São Paulo

15/06/2018 13h24

Classificação e Jogos

Torcedores nigerianos foram proibidos de levar galinhas vivas ao estádio, durante o jogo de estreia do país no sábado (16), contra a Croácia, pelo grupo D da Copa do Mundo.

Brasil estreia às 15h deste domingo; veja a tabela
Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
Super-heróis: Marcelo sofreu com 7 a 1 e ganhou peso

Os torcedores, conhecidos como “Super Eagles”, alegam que levar esses animais com eles traz sorte ao time.

Em comunicado oficial à imprensa russa, Andrei Ermak, ministro da Cultura de Kaliningrado, vetou o ato.

“Nosso centro de informações recebe muitas solicitações diferentes. Por exemplo, fãs nigerianos nos perguntaram se poderiam entrar com galinhas vivas nos estádios. É um símbolo para eles, mas nós dissemos que levá-las, vivas ou mortas, é impossível”, disse.

Ermak ainda completou que o ministério aconselhará os torcedores sobre as áreas onde eles poderão levar as galinhas para ajudar sua equipe.

Não é a primeira vez que esses torcedores são proibidos de levar galinhas para um jogo de Copa do Mundo.

Em 2010, nigerianos foram proibidos de levar galinhas pintadas nas cores da bandeira do país para dentro do Ellis Park, em Johanesburgo, para uma partida contra a Argentina.

A estreia do grupo D acontece no sábado (16), com jogo entre Argentina e Islândia, às 10h (horário de Brasília), e Croácia e Nigéria, às 16h.

Nigéria