PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Firmino faz três, Liverpool atropela o Arsenal e segue invicto no Inglês

Roberto Firmino foi o destaque da partida e fez um hat-trick contra o Arsenal - Paul Ellis/AFP Photo
Roberto Firmino foi o destaque da partida e fez um hat-trick contra o Arsenal Imagem: Paul Ellis/AFP Photo

Do UOL, em São Paulo

29/12/2018 17h22

O Liverpool vai terminar o ano como o todo poderoso do campeonato inglês. O time atropelou o Arsenal e aplicou uma sonora goleada por 5 a 1, sendo quatro gols marcados ainda no primeiro tempo, neste sábado, em Anfield Road. O time contou com uma grande atuação do brasileiro Roberto Firmino que marcou três gols na partida.

O Liverpool faz a sua melhor campanha na história do torneio. Está invicto em 20 jogos, sendo 17 vitórias e apenas três empates. Assim, segue isolado na liderança do Inglês com 54 pontos e aumentou para 9 pontos a sua vantagem para o segundo colocado Tottenham. Já o Arsenal segue na quinta colocação com 38 pontos.

O Liverpool dominou o jogo todo e teve um primeiro tempo muito forte. Mas, curiosamente, levou um susto e começou perdendo. O Arsenal armou uma estratégia de se fechar e conseguiu explorar uma abertura do lateral Robertson. Foi dessa forma que o time abriu o placar, aos 11 minutos, quando Iwobi recuperou uma bola, tabelou com Ramsey e cruzou para Maitland-Niles fazer o primeiro gol.

Mas a estratégia não durou muito tempo. O Arsenal pecou pelas falhas defensivas e expôs a disparidade técnica entre as equipes. O Liverpool também não bobeou e reagiu à altura com muita rapidez.

Apenas três minutos depois, aos 14 min, Firmino tudo igual. O brasileiro passou a bola para Salah, que foi desarmado, mas contou com uma lambança da zaga. Lichtsteiner cortou em cima de Mustafi, e a bola sobrou para o brasileiro na cara do gol.

A virada veio exatamente 90 segundos depois justamente na saída de bola. Firmino recuperou a bola e fez uma bela jogada driblando Mustafi e Sokratis. Ele ainda chutou de esquerda para marcar um golaço e colocar o Liverpool à frente no placar.

O Liverpool continuou impondo sua superioridade e sua intensidade na partida. O jogo coletivo do técnico Klopp se fez presente com o trio de frente criando espaços, fazendo pressão sobre o adversário e atacando com precisão. Não à toa, ampliou o placar com Mané. Robertson deu um lançamento longo e quase perfeito para Salah que deixou fácil para Mané mandar para o fundo do gol.

A etapa inicial ainda teve tempo para mais um gol que premiou o esforço coletivo do time. Salah cavou um pênalti e o árbitro caiu na dele. Ele cobrou forte e no meio gol para fazer 4 a 1 para o Liverpool. O egípcio deu mais um passo importante para se tornar artilheiro da Premier League e agora tem 13 gols, assim como Harry Kane e Aubameyang.

Mesmo com o placar elástico, o Liverpool não tirou o pé no segundo tempo. A equipe continuou com domínio total do jogo e mantendo a sua intensidade. Aos 18 minutos da etapa, o Liverpool marcou seu quinto gol no jogo mais uma vez com um pênalti duvidoso. O juiz Michael Oliver considerou que Kolasinac fez falta em Lovren. Firmino não desperdiçou e marcou seu terceiro gol no jogo.

O Liverpool não tirou o pé do acelerador e se mandou para o ataque contando com o apoio de sua torcida. Ao Arsenal, restou se segurar para não sofrer um vexame ainda maior. 

Ao final da partida, Firmino comemorou o resultado e disse que espera que o time consiga seguir dessa forma. "Vitória importantíssima para seguir no topo. É muito difícil permanecer, o importante é manter o ritmo e ganhar os jogos lá na frente. Espero manter o ritmo até o final do campeonato".

Esporte