PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Liverpool arranca empate com Chelsea no fim, mas perde a liderança

JOHN SIBLEY/REUTERS
Imagem: JOHN SIBLEY/REUTERS

Do UOL, em São Paulo (SP)

29/09/2018 15h23

O Liverpool não deixou o Chelsea levar a melhor novamente. Três dias depois de ser eliminado pelo rival na Copa da Liga Inglesa, o time saiu atrás do duelo válido pelo Campeonato Inglês com gol de Hazard, mas chegou ao empate por 1 a 1 aos 43min do segundo tempo com Sturridge, acionado pouco antes no lugar de Milner. Embora tenha evitado a derrota no Stamford Bridge, o time de Klopp perdeu os 100% de aproveitamento no torneio.

O tropeço também custou a liderança ao Liverpool, já que o Manchester City venceu o Brighton mais cedo, chegou aos mesmos 19 pontos e leva vantagem no saldo de gols (18 a 12). O Chelsea chegou a 17 pontos e segue vivo na briga pela ponta. 

O próximo compromisso do Liverpool pelo Inglês será justamente contra o City, no domingo (7), no Anfield. O Chelsea, por sua vez, visita o Southampton no St. Mary’s Stadium.

Hazard, o vilão do Liverpool
O belga Eden Hazard está virando uma espécie de vilão da torcida do Liverpool. Ele voltou a balançar a rede do adversário e chegou a sete gols contra a equipe. O último havia sido marcado na quarta-feira, um golaço que comandou a virada e a classificação do Chelsea na Copa da Liga Inglesa. Durante a semana, Klopp havia falando em “fechar os espaços certos” para travar o jogador. Não deu certo. Ele tocou para Kovacic, saiu em disparada, recebeu de volta e mandou de pé esquerdo para o fundo das redes.

Salah fica abaixo e é substituído
Salah foi autor das melhores chances do Liverpool no começo do jogo, mas faltou capricho na finalização e no último passe. A oportunidade mais perigosa veio aos 31 minutos, quando o Chelsea já estava em vantagem no placar. O egípcio driblou o goleiro Kepa, chutou e viu Rüdiger cortar a bola em cima da linha – o alemão foi ovacionado pela torcida. Mais uma vez, Salah não mostrou o rendimento da última temporada e acabou substituído por Shaqiri no segundo tempo.

Alisson evita segundo gol de Hazard
Hazard poderia ter feito mais, não fosse o goleiro Alisson. O belga aproveitou a sobra de uma cobrança de falta, carregou a bola até o ataque e bateu com força, e o brasileiro precisou usar a perna para defender. Do lado do Chelsea, Kepa também merece elogios: foram pelo menos três defesas difíceis, a melhor delas caindo no canto direito para pegar um chute de Mané.

Brasileiros se destacam em campo
Além de Alisson, Firmino também foi titular do Liverpool. O atacante passou perto de empatar o jogo no segundo tempo. Recebeu cruzamento de Milner e deu um cabeceio preciso que Kepa não alcançaria, mas David Luiz, atento, afastou em cima da linha. Willian também foi titular e sofreu nas mãos de Alisson. Fabinho ficou no banco.

Liverpool começa pressionando
Comandado por Salah, o Liverpool assustou os donos da casa no início e só não abriu o placar pela falta de pontaria do ataque e pelas defesas de Kepa. Hazard, então, teve a chance e não desperdiçou. Com vantagem no placar, o Chelsea parou de fazer questão da posse de bola e tentou esfriar o jogo trocando passes no campo de defesa. 

Sturridge evitou a derrota do Liverpool no Stamford Bridge - Reuters/John Sibley  - Reuters/John Sibley
Sturridge evitou a derrota do Liverpool no Stamford Bridge
Imagem: Reuters/John Sibley

Sturridge entra e evita derrota no fim
O segundo tempo começou mais equilibrado. Mané deu trabalho para Kepa, e o Chelsea respondeu com Kanté e Hazard. Com atuações brilhantes dos goleiros, o Chelsea segurou o resultado até os 43 do segundo tempo, quando a estrela de Klopp brilhou. Sturridge, que havia entrado em campo há menos de três minutos no lugar de Milner, recebeu na entrada da área de Shaqiri – também acionado após o intervalo – e bateu com categoria para o fundo da rede para evitar a derrota. Marco Alonso ainda teve uma chance fazer mais um para o Chelsea nos acréscimos, mas cabeceou para fora.

FICHA TÉCNICA
CHELSEA 1 X 1 LIVERPOOL

Data/hora: 29/09/2018, às 13h30 (de Brasília)
Local: Stamford Bridge, em Chelsea (ING)
Público: 40.625 torcedores
Cartões amarelos: Mané, Millner
Cartões vermelhos: -
Gols: Hazard, aos 24’ do primeiro tempo; Sturridge, aos 43’ do segundo tempo

CHELSEA: Kepa; Azpilicueta, David Luiz, Rüdiger e Alonso; Kovacic (Barkley), Jorginho e Kanté; Willian (Moses), Hazard e Giroud (Morata)
Técnico: Maurízio Sarri

LIVERPOOL: Alisson; Alexander-Arnold, Joe Gomez, Van Dijk e Roberto; Henderson (Keïta), Milner (Sturridge) e Wijnaldum; Mané, Roberto Firmino e Salah (Shaqiri)
Técnico: Jürgen Klopp

Esporte