PUBLICIDADE
Topo

Gaúcho - 2019

Inter decide treinar no Beira-Rio e se protege de possíveis protestos

Beira-Rio não autoriza presença de torcedores durante treinamento do Internacional - Marinho Saldanha/UOL
Beira-Rio não autoriza presença de torcedores durante treinamento do Internacional Imagem: Marinho Saldanha/UOL

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

28/01/2019 16h08

Após a derrota para o São José-RS no último domingo, o Internacional viu o primeiro foco de protestos da temporada. A saída do estádio Passo D'Areia foi marcada por gritos contra os jogadores, comissão técnica e direção. Até mesmo arremesso de pedras foi registrado. Nesta segunda-feira (28), o Colorado optou por fugir do clima tenso e utilizar a estrutura do Beira-Rio.

Horas antes do treinamento marcado para as 16h30 (de Brasília), a comunicação do clube informou que o estádio seria palco da atividade. A presença da imprensa será autorizada apenas no início. 

Recluso, o Inter evita qualquer foco de protesto, algo que seria impossível no CT. Entre o Guaíba e a Avenida Edvaldo Pereira Paiva, os campos de treino do Inter são facilmente observados da rua. É comum a presença de torcedores acompanhando os trabalhos ou mesmo realizando atividades esportivas na orla enquanto os jogadores treinam. 

A possibilidade de gritos novamente contra o time ou algum foco mais forte certamente pesou na opção pela utilização do estádio para treinos. Ainda que esta razão não seja confirmada pelo clube.  

Não é raro, também, a utilização do Beira-Rio para tais atividades. No entanto é mais comum em véspera de jogos e não abertura de preparação. 

O Inter volta a campo na quarta-feira para enfrentar o Veranópolis fora de casa. Até agora, o time vermelho soma uma vitória e duas derrotas na temporada.