PUBLICIDADE
Topo

Gaúcho - 2019

Odair evita falar de calor e gramado após derrota do Inter: "Sem desculpa"

Treinador do Internacional falou sobre duas derrotas seguidas no Campeonato Gaúcho - Thiago Ribeiro/AGIF
Treinador do Internacional falou sobre duas derrotas seguidas no Campeonato Gaúcho Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Do UOL, em Porto Alegre

27/01/2019 20h18

Odair Hellmann não jogou a culpa da derrota para o São José-POA, neste domingo (27), no gramado sintético do Passo D'Areia e nem no forte calor. O treinador do Internacional foi superficial ao analisar o rendimento de seu time, mas admitiu que a equipe da casa mereceu a vitória em jogo da terceira rodada do Campeonato Gaúcho.

Márcio Jonatan e Tássio definiram o placar de 2 a 0 em favor do São José-POA. Para o Inter, o resultado significou a segunda derrota consecutiva no estadual - na quinta-feira o time titular perdeu para o Pelotas, dentro do Beira-Rio.

"Não existe desculpa pelo gramado. O São José está acostumado a treinar aqui? Está. Mas ganhou por acertar um chute na gaveta, por ter ido bem na bola parada. Agora, sem dar desculpas, o campo de jogo dificulta o processo de posse de bola. Mas sem desculpas por causa do campo, do calor. Isso é igual para os dois times", disse Odair.

Escalado com apenas três titulares - Marcelo Lomba, Iago e Patrick, o Inter fez um jogo sonolento. No primeiro tempo a atuação nada criativa não fez diferença pelo ritmo lento do time da casa, mas depois do intervalo a diferença entre as equipes foi grande.

O São José-POA se impôs e abriu o placar cedo. O bonito chute de Márcio Jonatan tirou o Inter do prumo. Sem poder de fogo e mais desorganizado atrás, o time colorado ficou exposto. Levou outro gol de bola parada antes do apito final e viu o revés em casa, para o Pelotas, ganhar outra proporção.

"Realmente, duas derrotas não é algo normal para nós e para o Inter. Dentro do nosso trabalho tivemos poucos momentos de duas derrotas seguidas e nesses momentos, temos que ter sabedoria. Precisamos corrigir os erros e buscar uma resposta positiva no próximo jogo. Não é normal, não está dentro da normalidade e a gente não aceita isso como normal. Mas vamos continuar com o planejamento montado desde dezembro. Trocando as equipes, fazendo observações nas primeiras rodadas e a partir da quarta partida dar sequência a uma base de time para a sequência do Campeonato Gaúcho e também Libertadores", citou Hellmann.

Na próxima quarta-feira, o Inter visita o Veranópolis. No final de semana, o jogo é contra o Brasil de Pelotas, em Porto Alegre.