PUBLICIDADE
Topo

Esporte


Imprensa internacional destaca boa estreia de Lucas; jornal francês diz que meia "já promete"

 Lucas parte para cima de Frederic Sammaritano, do Ajaccio, durante sua estreia   - Benoit Tessier/Reuters
Lucas parte para cima de Frederic Sammaritano, do Ajaccio, durante sua estreia Imagem: Benoit Tessier/Reuters

Do UOL, em São Paulo

12/01/2013 10h49

A imprensa internacional repercutiu com elogios a estreia do brasileiro Lucas pelo Paris Saint-Germain, na última sexta-feira, no empate sem gols contra o Ajaccio, pelo Campeonato Francês.

Principal jornal esportivo da França, o L´Equipe abriu matéria com o título “Lucas já promete” e diz que apesar do empate, o brasileiro “já deu pistas de que pode fazer grandes coisas”. Destaca ainda que ele deu uma “série de dribles” e deixou o estádio aplaudido.

O jornal francês ainda realizou uma enquete em sua versão digital, com a pergunta: “Você foi seduzido pelo primeiro jogo de Lucas no Campeonato Francês?”. Até a manhã deste sábado, o “sim” tinha 48%, contra 33% do “não”. Outros 19% preferiram não opinar.


O espanhol As abriu o título com “Lucas Moura estreia com um triste empate” contra o Ajaccio”. Diz que o time francês jogou com um a menos pela expulsão de Thiago Motta, mas não fez avaliação sobre o desempenho do brasileiro.

O concorrente madrileno Marca já se arriscou e comentou a participação do ex-são-paulino. “[Lucas] foi, sem dúvida, o melhor de um PSG dominante”, escreveu a publicação, que também destacou a atuação do goleiro rival, Ochoa.

O italiano La Gazzetta Sport abriu com título “Ibrahimovic e Lucas zerados” no empate sem gols. Comentou que o time perdeu muitas chances de gol e apesar da inspiração pela estreia de Lucas.

Lucas começou como titular e criou a melhor chance do Paris Saint-Germain no jogo. Aos 16 minutos do segundo tempo, ele recebeu bola na direita, cortou para a perna esquerda e cruzou com precisão na cabeça do zagueiro Alex, que testou firme para o gol. Seria o 1 a 0, se o goleiro mexicano Ochoa não tivesse executado um milagre e salvado o Ajaccio.

O meia-atacante, no entanto, foi substituído perto do fim do jogo, ao sentir cãibras. Ele negou, porém, que esteja com problemas físicos e disse que as dores são normais para quem teve apenas 20 dias de férias.

"Estou em boa forma, bem tranquilo. Estou bem tecnicamente, mas fisicamente vou melhorar ainda. Creio que minha juventude vai ajudar. Vou procurar trabalhar e melhorar cada dia mais. Estou 100%, a cãibra é normal do jogo, até pelo frio que estava", afirmou.

Apesar da boa estreia e de ter saído de campo aplaudido pela torcida, o camisa 29 também ressaltou que ainda não se vê como titular da equipe: "Vamos esperar os treinamentos agora. Se ele (técnico Carlo Ancelotti) precisar, estou à disposição. Vamos ver de acordo com os treinos (quem será titular). Mas, se precisar de mim, quer jogar sempre", disse.

Com o resultado desta sexta, o PSG foi a 39 pontos e pode ser ultrapassado na ponta do Campeonato Francês neste final de semana, quando os vice-líderes Lyon e Olympique de Marselha entram em campo. O próximo compromisso do time da capital é no próximo domingo, contra o Bordeaux.

Esporte