PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Além de Robinho, Oswaldo destaca jovem volante do Atlético-MG no clássico

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

22/10/2017 19h52

O Atlético-MG perdia por 1 a 0 para o Cruzeiro o clássico pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Mineirão. Na volta do intervalo, o técnico Oswaldo de Oliveira surpreendeu com a entrada de Yago no lugar de Roger Bernardo. A opção pelo jovem volante se confirmou acertada nos 45 minutos da partida. Yago entrou bem e foi importante na virada do Galo, que venceu o Cruzeiro por 3 a 1.

Como Robinho fez dois gols, todo o protagonismo ficou com o atacante. Porém, Oswaldo não se esqueceu de elogiar o desempenho de Yago.

“Eu precisava de fazer uma mudança no posicionamento e até na técnica. Fiz logo a substituição. Eu conheço pouco do Yago, mas tenho muitas informações sobre ele, dos profissionais que trabalham no clube. E tenho observado bastante durante os treinos, principalmente desde quarta, quando perdemos o Elias”, explicou Oswaldo de Oliveira, que assim como fez Roger Machado no primeiro turno, também destacou o destacou a capacidade de Yago para fazer a leitura do jogo.

“Durante os treinos da semana o Yago já me mostrou que tinha condições de jogar. Acho que ele mudou o jogo, assim como o Robinho. Ele começou pressionando os volantes do Cruzeiro. Quando fizemos os gols, ele já tinha feito a leitura da partida, se posicionou mais atrás, sabendo que o Cruzeiro se lançaria ao ataque. É muito legal ter um jogador com essas características”, ressaltou o treinador atleticano.

Para valorizar o triunfo no clássico, o treinador atleticano não economizou elogios ao rival. Na visão de Oswaldo de Oliveira, o Cruzeiro é o melhor time do momento no futebol brasileiro.

“Neste momento o Cruzeiro é a melhor equipe do futebol brasileiro. Durante a temporada outros times já tiveram seus momentos. Vi o Corinthians com grandes atuações, assim como o Grêmio e até a Chapecoense, no começo do campeonato. Só que o Cruzeiro cresceu durante a competição. É uma equipe que tem um menu muito interessante de jogadas e difíceis de marcar. Nos preparamos bastante, mostramos para os nossos jogadores. A entrada do Otero foi muito por isso, para neutralizar o lado esquerdo do Cruzeiro”, completou o treinador atleticano, que tem dez pontos conquistados em 15 disputados neste Brasileirão.

Esporte