PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Reforçado, Palmeiras faz treino misterioso e esconde escalação do clássico

Willian voltou a treinar com o grupo do Palmeiras - Luis Moura/WPP/Estadão Conteúdo
Willian voltou a treinar com o grupo do Palmeiras Imagem: Luis Moura/WPP/Estadão Conteúdo

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

28/09/2017 18h19

Cuca manterá o mistério até 45 minutos antes de a bola rolar para revelar qual o Palmeiras que mandará a campo para enfrentar o Santos neste sábado, às 19, no Allianz Parque.

Nesta quinta-feira, o treinador comandou a atividade por quase duas horas, sendo que os primeiros 90 minutos foram sem a presença de ninguém da imprensa. Quando a mídia pode entrar na Academia de Futebol, os atletas já disputavam um jogo em campo reduzido sem nenhuma indicação de escalação.

O lado positivo é que o técnico já pôde contar com Willian, que não treinou na última quarta-feira após ter ido pessoalmente ao STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) para se defender.

O trabalho ainda teve a presença de Mina batendo bola já calçando chuteiras desde a sua operação, no início do mês passado. Ele deve ficar mais 15 dias afastado dos gramados. Jaílson também treinou com bola, mas ainda não sabe quando terá condições de retornar, assim como Michel Bastos.

Os problemas confirmados para Cuca são Egídio e Edu Dracena. Os dois estão suspensos e devem ser substituídos, respectivamente, por Zé Roberto e Luan.

O Palmeiras volta a treinar na sexta-feira, véspera da partida, mas vai manter o mistério da escalação. A imprensa só poderá entrar quando o trabalho tático já estiver definido.

O provável Palmeiras deve ser definido com: Fernando Prass; Mayke, Luan, Juninho e Zé Roberto; Tchê Tchê, Jean e Moisés; Willian, Dudu e Deyverson.

Esporte