PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Sheik decide, faz gol no fim e ajuda Ponte Preta a vencer Botafogo

Marcos Vinícius, do Botafogo, disputa bola com Naldo, da Ponte Preta - Marcos Bezerra/Futura Press/Estadão Conteúdo - Marcos Bezerra/Futura Press/Estadão Conteúdo
Marcos Vinícius, do Botafogo, disputa bola com Naldo, da Ponte Preta
Imagem: Marcos Bezerra/Futura Press/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

20/08/2017 17h52

Com dois gols do atacante Emerson Sheik, a Ponte Preta derrotou os reservas do Botafogo neste domingo (20), por 2 a 1, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), em jogo válido pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, a Ponte Preta chega a 27 pontos e pula para a décima colocação na tabela da competição, enquanto o Botafogo permanece com 28 pontos e está em nono lugar.

Sheik foi o grande destaque da partida e o jogador mais festejado pela torcida do time da casa. O atacante fez um gol no começo da partida e outro no fim. Brenner, de pênalti, marcou para a equipe visitante, que teve uma boa atuação do goleiro Jefferson.

Jogadores da Ponte Preta comemoram gol marcado por Emerson Sheik contra o Botafogo - Daniel Vorley/AGIF - Daniel Vorley/AGIF
Jogadores da Ponte Preta comemoram gol marcado por Emerson Sheik contra o Botafogo
Imagem: Daniel Vorley/AGIF

Ele não perdoa

Sheik precisou de 12 minutos para abrir o placar para o time da casa. Após uma cobrança de escanteio pela direita, a bola sobrou livre para o atacante, que dominou e, mesmo sem muito ângulo, conseguiu mandar a bola para as redes. Na segunda etapa, quando tudo parecia resolvido no empate, Sheik chutou de fora da área e não deu chances para Jefferson.

Mudanças

O Botafogo foi a campo com um time quase todo modificado. Dos que atuaram contra o Flamengo, na quarta-feira (16), pela semifinal da Copa do Brasil, apenas Joel Carli, que foi expulso e não enfrentará o rival no jogo da volta, e Bruno Silva foram escalados entre os titulares. Já Kleina podia contar com os retornos de Marllon, Elton e Sheik.

Gols perdidos e o empate

Antes do gol da Ponte, o Botafogo teve tudo para abrir o placar com Leo Valencia, que recebeu um cruzamento rasteiro e, sem marcação, mandou para fora. Aos 20 minutos do primeiro tempo, porém, o time visitante empatou com um gol de pênalti anotado por Brenner. Lucca cometeu a infração em Arnaldo. Aos 40 minutos, o time carioca teve outra grande oportunidade, mas Brenner, sozinho, não acertou a baliza.

Estreia

No intervalo da partida, Kleina resolveu mexer na equipe. Ele tirou Jean Patrick e promoveu a estreia de Léo Gamalho, que estava no Goiás e assinou contrato com o time de Campinas nesta última semana. É o atacante de referência que o treinador queria. Com a sua entrada, Lucca ficou mais pela esquerda, enquanto Léo jogou pela direita. Sheik foi recuado.

Jefferson x Saraiva

No fim do primeiro tempo, Jefferson já havia feito uma excelente defesa em finalização de Danilo. Na segunda etapa, Felipe Saraiva entrou no lugar de Léo Artur. Começou, então, um duelo entre o jogador da Ponte e o goleiro do Botafogo, que fez três importantes defesas, todas em chutes de Saraiva.

Contra o racismo

O Botafogo solicitou à CBF para jogar todo de preto neste domingo, em uma campanha contra o racismo. Em seu Twitter, o clube postou uma foto da camisa.

Agenda

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, a Ponte Preta recebe o Atlético-MG, no domingo (27), às 16h (de Brasília), enquanto o Botafogo visita o Bahia, no mesmo dia e horário. Antes, porém, tem o confronto de volta da semifinal da Copa do Brasil, na quarta-feira (23), contra o Flamengo, no Maracanã, no Rio.

PONTE PRETA 2 X 1 BOTAFOGO

Data: 20 de agosto de 2017, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Rodada: 21ª do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Auxiliares: Helcio Araújo Neves e José Ricardo Guimarães Coimbra (PA)
Cartões amarelos: Leonardo Valencia, Fernandes, Jefferson (BOT), Emerson Sheik e Lucca (PON)
Gols: Emerson Sheik (PON), aos 12 minutos do primeiro tempo e aos 42 minutos do segundo tempo, e Brenner (BOT), aos 20 minutos do primeiro tempo

PONTE PRETA:
Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Luan Peres, Danilo Barcelos; Elton, Jean Patrick (Léo Gamalho), Naldo, Léo Artur (Felipe Saraiva); Emerson Sheik e Lucca (Luis Ali)
Técnico: Gilson Kleina

BOTAFOGO:
Jefferson; Arnaldo, Joel Carli, Emerson Santos, Gilson; Dudu Cearense, Bruno Silva, Leandrinho (Fernandes) (Wenderson), Leonardo Valencia (Rodrigo Pimpão), Marcos Vinícius; Brenner
Técnico: Jair Ventura

Esporte