PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Vilão na NFL vira xodó de astros da NBA e ganha empatia geral nos EUA

Jonathan Daniel/AFP
Imagem: Jonathan Daniel/AFP

Do UOL, em São Paulo (SP)

10/01/2019 04h00

De vilões a heróis, o esporte diariamente transforma simples humanos em seres épicos (para o bem e para o mal). Nos Estados Unidos, a bola da vez se chama Cody Parkey, kicker do Chicago Bears na NFL (liga de futebol americano). Ao errar um chute de 43 jardas que levaria a franquia para a próxima fase dos playoffs, o jogador se tornou alvo da ira de grande parte dos torcedores no estádio e nas redes sociais. 

As vaias na saída para os vestiários e as críticas, em contrapartida, geraram empatia por Parkey. Mesmo diante do erro que comprometeu a temporada dos Bears, o kicker atendeu à imprensa de cabeça erguida e virou "xodó" de astros como Dwayne Wade e Kobe Bryant, figuras históricas da NBA. O erro do último domingo definiu o placar em 16 a 15 e deu a classificação à semifinal da NFC ao Philadelphia Eagles.

"Estou me sentindo muito mal. Sei nem o que responder. É uma das piores sensações do mundo deixar o seu time para baixo", declarou Parkey ainda nos vestiários, minutos depois do erro que o tornou um dos assuntos mais comentados na internet.

A postura profissional, mesmo diante de possivelmente o maior trauma da carreira, gerou apoio. "Maioria de vocês não sabe o quanto é duro fazer isso. Cody Parkey ao encarar a mídia se mostrou um profissional verdadeiro. Sou fã", escreveu Wade, um dos maiores nomes da NBA nas duas últimas décadas e ainda em atividade pelo Miami Heat.

Ainda no basquete, Kobe Bryant, assumidamente torcedor dos Eagles, foi ao Twitter para dar dicas para Parkey. "Ele precisa usar esta mágoa para alimentá-lo ainda mais, independente do quanto estiver ferido. Ele tem que se encaixar, é o seu ofício. (...) Estamos aqui Cody, mas, se você quiser reconquistar a cidade, volte ao 'laboratório' e tenha uma temporada histórica no próximo ano para poder enterrar essa", escreveu o ex-astro do Los Angeles Lakers.

A tristeza de Parkey mobilizou o vestiário dos Bears depois da derrota. O lance protagonizou a pauta pós-jogo, e a defesa ao kicker se tornou praticamente o discurso principal dos jogadores na última partida do time na temporada.

"Vá se f.., você não está na nossa posição. Você não tem ideia do quão difícil é esta m...", desabafou Charles Leno, companheiro de time de Parkey. 

"Você [Parkey] foi responsável por metade dos nossos pontos, cara. Deveríamos ter ido melhor no ataque", acrescentou Kyle Long, também parceiro de franquia, ao ser perguntado sobre o que disse ao jogador, tratado como novo vilão da cidade de Chicago e da NFL.

Sob a possibilidade de apresentar novos heróis ou vilões, a pós-temporada volta neste fim de semana com as semifinais de conferência. No sábado, o Kansas City Chiefs encara o Indianapolis Colts a partir das 19h35 (de Brasília). Mais tarde, a partir das 23h15, o Los Angeles Rams enfrenta o Dallas Cowboys.

No domingo, o New England Patriots, time de Tom Brady, marido da modelo brasileira Gisele Bündchen, abre a rodada contra o Los Angeles Chargers, às 16h05. A rodada se encerra com New Orleans Saints do Philadelphia Eagles, a partir das 19h40.

Esporte