PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

'Foi uma m... colossal', diz chefão da Mercedes sobre erro no GP de Sakhir

Toto Wolff, chefe da Mercedes em GP da Fórmula 1 - Lars Baron/Getty Images
Toto Wolff, chefe da Mercedes em GP da Fórmula 1 Imagem: Lars Baron/Getty Images

Colaboração para o UOL, em São Paulo

06/12/2020 17h07

A Mercedes viu uma potencial vitória escapar no GP de Sakhir de Fórmula 1, na tarde de hoje, no Bahrein. Uma lambança da equipe durante as trocas de pneus de George Russell e Valtteri Bottas fez com que os pilotos ficassem até mesmo fora do pódio neste domingo. O mexicano Sergio Pérez, da Racing Point, acabou vencendo.

Toto Wolff, chefão da Mercedes, classificou o erro como "uma m... colossal".

"No geral, para nós foi uma bagunça, uma m... colossal. Simplesmente, uma das equipes de pneus não ouviu a chamada. Foi uma falha de rádio na garagem. O carro entrou, eles não sabiam e fizeram a troca pelo pneu errado", disse, em entrevista à Sky Sports.

"Era uma parada de segurança. Nós poderíamos ter ficado de fora [do pit stop], mas tínhamos vantagem grande. Você pode questionar, mas acho que foi a decisão certa. Não consigo nem assistir [ao erro]", completou.

A lambança da Mercedes aconteceu já na reta final da corrida. Com larga vantagem na ponta, Russell e Bottas fizeram o pit stop no mesmo momento. O que era para ser uma parada casual se transformou em pesadelo.

Uma troca de pneus equivocada fez com que Bottas ficasse nos boxes por incríveis 27 segundos e que Russell tivesse que realizar nova parada na sequência, pois a equipe colocou no carro do inglês um pneu que pertencia ao finlandês. O incidente está sob investigação e pode custar a desqualificação de George Russell.

Apesar do erro ter custado o que poderia ser a primeira vitória de Russell na Fórmula 1, Toto avaliou que o desempenho do piloto, substituto de Lewis Hamilton, foi positivo.

"Esta não vai ser sua última tentativa de ganhar uma corrida. É apenas o começo de um conto de fadas que não deu certo hoje. Eu diria que uma nova estrela nasceu", finalizou.

A Fórmula 1 volta no próximo fim de semana, com o GP de Abu Dhabi — o último da temporada.

Fórmula 1