PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Hamilton corre pela 1ª vez na F1 em Ímola e relembra Senna: "Comovente"

Piloto, que vem quebrando recordes na atual temporada, é fã assumido do brasileiro morto em Ímola há 26 anos - Mark Thompson/Getty Images
Piloto, que vem quebrando recordes na atual temporada, é fã assumido do brasileiro morto em Ímola há 26 anos Imagem: Mark Thompson/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

30/10/2020 14h55

Hexacampeão mundial e recordista em número de vitórias da Fórmula 1, Lewis Hamilton correu pela primeira vez atuando na categoria em Ímola, local da morte de Ayrton Senna que voltou ao calendário neste ano.

O inglês, que percorreu a pista apenas pela GP2 em 2006, revelou uma sensação diferente ao guiar no local marcado pelo fim da carreira do principal ídolo do automobilismo.

"Ainda é muito surreal para mim quando vou a alguns lugares, como pilotar do túnel em Mônaco ou no GP da Inglaterra, onde os grandes do passado correram. O fato de eu estar no local onde há 26 anos Ayrton estava fazendo o que amava, como eu, é comovente. Também por saber que sou capaz de estar aqui e fazer o que ele estava fazendo", disse o piloto.

Hamilton ainda relembrou o que estava fazendo e como ficou quando soube, aos 9 anos, da morte de Senna.

"Lembro-me daquele dia em que estava correndo em Rye House, no kart. Estava ajudando meu pai a consertar o kart e alguém disse a ele que Ayrton tinha morrido. Tive que me afastar do meu pai porque ele nunca me deixaria chorar na frente dele. Me lembro de tentar canalizar essa tristeza para a minha direção e acho que venci naquele fim de semana. As semanas seguintes foram muito difíceis", pontuou o inglês.

Fórmula 1