PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Leclerc bate em Vettel e ambos saem: "Joguei o esforço da Ferrari no lixo"

Vista do carro de Kimi Raikkonen mostra batida entre Charles Leclerc e Sebastien Vettel, da Ferrari, no GP da Estíria - Reprodução
Vista do carro de Kimi Raikkonen mostra batida entre Charles Leclerc e Sebastien Vettel, da Ferrari, no GP da Estíria Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

12/07/2020 11h06Atualizada em 13/07/2020 09h06

O chefe da Ferrari, Matia Binotto, estava certo quando disse que a equipe não deveria se iludir com o pódio de Leclerc semana passada. O monegasco largou somente em 14º lugar e na primeira volta, com os carros todos dividindo o traçado, tentou ultrapassagens e bateu justamente na traseira do carro de Vettel, que saíra em 10º lugar, na terceira curva. O GP da Estíria estava condenado para a Ferrari — a prova foi vencida por Lewis Hamilton, com Valtteri Bottas e Max Verstappen completando o pódio.

O toque arrancou a asa traseira do carro do alemão, que abandonou. Leclerc teve problemas no assoalho e parou duas vezes nos boxes, antes de a equipe reconhecer que não havia o que fazer. Ele também encostou e a Ferrari ficou fora da corrida da prova. Minutos depois, as câmeras flagraram os dois conversando sobre o assunto.

Charles Leclerc concedeu entrevista à Rede Globo e admitiu a culpa. "Todo mundo viu na TV, foi minha culpa, Seb [Sebastian Vettel] não teve culpa nenhuma. Estou muito triste por ter abandonado logo no começo da corrida", declarou.

Ele lamentou que os mecânicos e engenheiros fizeram um grande esforço para entregar melhoras no carro e o GP acabou cedo. Enquanto os adversários lutavam por posição, a Ferrari empacotava as coisas para levar à Hungria, país da próxima prova. Leclerc contou que pediu desculpas ao companheiro quando conversaram.

"Eu pedi desculpas [para o Vettel], mas obviamente desculpas não são suficientes em momentos como esse. Estou desapontando comigo mesmo, fiz um trabalho muito ruim hoje, desapontei a equipe. Eu só posso me desculpar, mesmo sabendo que isso não é o bastante. Espero que possa superar essa e voltar mais forte para próxima corrida. É um momento difícil para a equipe. A equipe não precisa disso. Eu joguei todo o esforço da equipe no lixo."

Pelo menos em frente às câmeras, Vettel foi compreensivo e tratou de minimizar a batida. Ele desconversou sobre o acidente e disse que o episódio foi ruim para ambos. Acrescentou que no próximo final de semana terá nova chance no GP da Hungria.

GP da Estíria de Fórmula 1

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do publicado no primeiro parágrafo, Leclerc bateu em Vettel na terceira curva da primeira volta, e não na primeira curva. A informação foi corrigida.

Fórmula 1