PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Ferrari de Schumacher é o 2º carro de Fórmula 1 mais caro já leiloado

Ferrari F2002 foi pilotado por Michael Schumacher no GP da França de 2002, no qual alemão venceu e foi campeão - Jed Leicester/EMPICS via Getty Images
Ferrari F2002 foi pilotado por Michael Schumacher no GP da França de 2002, no qual alemão venceu e foi campeão Imagem: Jed Leicester/EMPICS via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

04/12/2019 13h05

A Ferrari que Michael Schumacher pilotava quando conquistou seu quinto título mundial de Fórmula 1 foi leiloada por pouco mais de US$ 6,6 milhões (mais de R$ 27,8 milhões). A informação foi divulgada hoje pelo site oficial da F-1.

O modelo F2002 foi utilizado no Grande Prêmio da França daquele ano, vencido pelo próprio Schumacher. Com o resultado, o alemão chegou a 96 pontos, contra 34 de Juan Pablo Montoya (McLaren), 32 de Rubens Barrichello (Ferrari) e 32 de Ralf Schumacher (Williams). Foi a 11ª das 17 provas daquele ano.

O leilão foi realizado no último sábado (30) em Abu Dhabi pela casa de leilões RM Sotheby's. O lance vencedor fez com que a Ferrari F2002 alcançasse o segundo maior valor já pago por um carro de Fórmula 1 em leilões.

O recorde pertence a outra Ferrari de Michael Schumacher, um modelo F2001 (utilizado entre 2001 e o começo de 2002). O carro foi vendido em 2017 pela própria RM Sotheby's e alcançou US$ 7,5 milhões (R$ 31,46 milhões em valores atuais).

Parte do valor pago pelo carro vendido neste final de semana vai para a Keep Fighting Foundation. A entidade é mantida pela família de Michael Schumacher que trabalha nos cuidados do heptacampeão, vítima de um acidente de esqui no fim de 2013.

O leilão, realizado no final de semana do GP de Abu Dhabi, também ofereceu uma Ferrari 126 C2 pilotada por Patrick Tambay e Mario Andretti na reta final da temporada 1982. O modelo foi vendido por mais de US$ 2,1 milhões (mais de R$ 8,8 milhões).

Enfermeira revela que Schumacher está consciente

Band Entretenimento

Fórmula 1