PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Verstappen encerra especulações de ida à Mercedes e renova com a Red Bull

Max Verstappen - AFP
Max Verstappen Imagem: AFP

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Austin (EUA)

20/10/2017 12h44

Max Verstappen surpreendeu e anunciou a renovação do contrato com a Red Bull até o final da temporada 2020, encerrando as especulações de que o holandês estaria interessado em uma vaga na Mercedes para a temporada 2019, quando se encerram os contratos de Lewis Hamilton e Valtteri Bottas na equipe que está prestes a conquistar o quarto título mundial seguido neste final de semana, no GP dos Estados Unidos.

Verstappen chegou à Fórmula 1 como um prodígio em 2015, com apenas 17 anos e pouca experiência em monopostos. Sua estreia precoce fez inclusive a categoria mudar suas regras, impedindo que pilotos com menos de 18 anos pudessem ser inscritos. Sua ascensão, contudo, foi meteórica: depois de apenas 20 corridas com a Toro Rosso, o holandês foi promovido, com a temporada de 2016 em andamento, a titular da Red Bull, vencendo sua primeira corrida na equipe, na Espanha.

De lá para cá, a Red Bull nunca teve o melhor carro, mas Verstappen conquistou outros nove pódios, chegando novamente à vitória na etapa da Malásia, há três semanas.

O piloto, contudo, vinha procurando opções para sair da Red Bull mesmo antes de seu contrato atual, que ia até o final de 2019. Isso porque o mercado de pilotos deve se abrir no final do ano que vem, com vagas na Mercedes e na Ferrari, entre outras. Além disso, a Red Bull vive um momento de indefinição, com a expectativa da não renovação do contrato com a Renault no final do ano que vem.

Ao anunciar a renovação, no entanto, Verstappen reiterou a "fé e confiança" da equipe em seu talento. "Eles confiaram em mim com ações, me convidando para seu programa de jovens pilotos aos 16 e me dando a opção de estrear na F-1 com apenas 17, para pouco tempo depois correr com a equipe principal, onde eu tive um começo dos sonhos", lembrou.

"Eles me apoiaram sempre e tenho a mesma ambição deles. Seu apoio sempre foi de 100%. Estou feliz de me comprometer com eles e desejo trabalhar junto deles para obter mais êxitos nos próximos anos."

A situação de Verstappen neste final de semana, entretanto, não parecem boas para o piloto holandês, que deve sofrer uma punição pela troca de motor. A expectativa é de que ele perca pelo menos 15 posições no grid em Austin.

Fórmula 1