PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Presa quadrilha que planejava roubar restos mortais de fundador da Ferrari

Foto de 1921 mostra Enzo Ferrari (no meio) em um Alfa Romeo - Arquivo/AP
Foto de 1921 mostra Enzo Ferrari (no meio) em um Alfa Romeo Imagem: Arquivo/AP

Do UOL, em São Paulo

28/03/2017 14h43

As autoridades italianas conseguiram desmontar um esquema criminoso que planejada roubar os restos mortais de Enzo Ferrari, o fundador da Scuderia Ferrari, em Modena, na Itália.

Segundo investigadores italianos informaram, a quadrilha planejava roubar o corpo de Enzo Ferrari do cemitério de San Cataldo, fugir e depois pedir um resgate à família. O fundador da Ferrari morreu em 1988, aos 90 anos. 

A polícia informou que prendeu 34 pessoas em toda a Itália. Todas relacionadas ao caso.

A quadrilha está ligada ao tráfico de drogas e armas e possui integrantes em todo território italiano. A operação criminosa envolvia dois carros e uma van.

Fórmula 1