PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Fique por dentro das novidades da temporada de 2016 da Fórmula 1

Mark Thompson/Getty Images
Imagem: Mark Thompson/Getty Images

Julianne Cerasoli

Do UOL, em São Paulo

18/03/2016 11h00

A temporada da Fórmula 1 começa neste final de semana, no GP da Austrália, com três caras novas no grid, uma equipe estreante e uma série de mudanças no regulamento esportivo, que visam aumentar a competitividade da categoria, que vem sendo dominada pela Mercedes nos últimos anos.

Entre as novidades, estão um novo formato de classificação e a maior liberdade na escolha dos pneus. O calendário também tem alterações, com o retorno do GP da Alemanha e a estreia de uma corrida nas ruas de Baku, capital do Azerbaijão.

Fique por dentro das novidades da temporada de 2016 da F-1

Fique por dentro das novidades da temporada de 2016 da Fórmula 1 pneu - Divulgação/Pirelli - Divulgação/Pirelli
Imagem: Divulgação/Pirelli
Novas regras de pneus: a Pirelli disponibilizará um quinto tipo de pneu de pista seca, o ultramacio, adequado para pistas de rua. Mas a maior mudança é no aumento da liberdade na escolha dos compostos, que antes eram determinados pela fornecedora. Em 2016, a empresa vai escolher três possibilidades de compostos para serem utilizados em cada GP e podem selecionar livremente, entre estes três compostos, dez dos 13 jogos para pista seca disponíveis.

Restrições ao uso do rádio: com o intuito de aumentar a independência dos pilotos, os engenheiros não poderão mais dar instruções via rádio em relação a configurações do carro, consumo de combustível ou mesmo discutir qual é a melhor estratégia durante a corrida. Os pilotos estão divididos em relação à medida: para Lewis Hamilton, a novidade dificultará bastante a vida dele e de seus rivais, enquanto Fernando Alonso defende que a restrição acaba ‘engessando’ ainda mais o piloto, por tão ter tantas informações à disposição para tomar decisões.

Nova classificação: o treino continuará sendo dividido em Q1, Q2 e Q3. Porém, as posições serão decididas por um sistema de eliminação. Nos minutos finais de cada uma das sessões - contando a partir de 7min no Q1, de 6min no Q2 e de 5min no Q3, que agora contará com apenas oito carros, os pilotos vão sendo eliminados um a um a cada 90s. A pole só será decidida no final.

Fique por dentro das novidades da temporada de 2016 da Fórmula 1 Haas - Sergio Perez/Reuters - Sergio Perez/Reuters
Imagem: Sergio Perez/Reuters
Nova equipe: a norte-americana Haas será a primeira equipe totalmente estreante na F-1 desde 2010. O time, primeira empreitada do país em 30 anos na categoria, conta com grande suporte da Ferrari e com os pilotos Romain Grosjean e Esteban Gutierrez.

Novas cores: com a compra da Lotus, a Renault volta nesta temporada com uma equipe própria. Os franceses, que contam com o estreante Jolyon Palmer e com Kevin Magnussen - voltando ao grid após passar um ano como reserva na McLaren - vão usar seu tradicional amarelo e prometem investir pesado para voltar a disputar títulos após 10 anos. O projeto, contudo, é retomar os pódios em três temporadas.

Novas caras: protegido da Mercedes, o alemão Pascal Wehrlein será um dos três estreantes da temporada, correndo pela Manor. O piloto é o atual campeão da DTM, uma das principais categorias de turismo do mundo. Nos últimos anos, o alemão - que também tem nacionalidade das Ilhas Maurício, localizadas no Oceano Índico - atuou como piloto de testes da Mercedes.

Fique por dentro das novidades da temporada de 2016 da Fórmula 1 Haryanto - Getty Images/Mark Thompson - Getty Images/Mark Thompson
Imagem: Getty Images/Mark Thompson
O segundo estreante é Rio Haryanto, também da Manor, primeiro piloto da história da Indonésia a correr na F-1. Com forte apoio financeiro do governo de seu país, Haryanto disputou quatro temporadas na GP2 e foi quarto colocado ano passado.

Jolyon Palmer, filho do piloto britânico dos anos 1980 Jonathan, é outro que vai estrear como titular em 2016, depois de ter participado de várias sessões de treinos livres ano passado, na Lotus. O campeão da GP2 de 2014 - batendo Felipe Nasr na ocasião - vai correr pela nova equipe Renault.

Nova corrida: a temporada de 2016 terá a estreia do GP da Europa no Azerbaijão. Disputada em um circuito de rua montado na capital Baku, às margens do Mar Cáspio, a prova colocará os carros da F-1 lado a lado com muralhas medievais e promete ter trechos mais estreitos até do que os do traçado de Mônaco. A corrida será realizada em junho. O GP da Alemanha vai retornar após um ano de ausência, em Hockenheim, e a categoria terá sua maior temporada da história, com 21 GPs.

Entre a noite desta quinta-feira e a madrugada de sexta, foram disputados os primeiros treinos livres em Melbourne. O terceiro treino livre será à meia-noite de sábado e a classificação, às 3h. A largada está marcada para as 2h do domingo.
 

Fórmula 1