PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Tentando se reerguer, Red Bull apresenta pintura para a temporada de 2016

Reprodução/Twitter
Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL, em São Paulo

17/02/2016 15h32

Com novas cores e patrocinadores, a Red Bull lançou nesta quarta-feira (17), em Londres, Inglaterra, a pintura que será utilizada na temporada de 2016. O novo carro, contudo, só será mostrado no primeiro dia dos testes de pré-temporada, na próxima segunda-feira, em Barcelona, na Espanha.

Red bull nova pintura - Reprodução/Twitter - Reprodução/Twitter
Imagem: Reprodução/Twitter
A nova pintura traz como maiores novidades a entrada da Tag Heuer no lugar da Infinity, marca de propriedade da Renault que era a patrocinadora máster da equipe, e a presença mais forte de tons de amarelo. A Puma, nova parceria de vestuário, também marca presença. O destaque da nova pintura, contudo, é o acabamento matte, diferente de outras equipes, que usam acabamento brilhante.

"Tínhamos uma folha em branco e decidimos fazer algo mais inovador, mais agressivo, que vai se destacar na pista e também em mais espelhos retrovisores de outros pilotos", disse o chefe da Red Bull, Christian Horner.

A exemplo do ano passado, a Red Bull contará com Daniel Ricciardo e Daniil Kvyat como pilotos, ambos vindos de seu programa de desenvolvimento.

Em 2016, a Red Bull tenta se reerguer depois de enfrentar sua pior temporada desde 2008. De lá para cá. o time fora campeão entre 2010 e 2013 e vice-campeão em 2009 e 2014. Em 2015, contudo, amargou a quarta colocação, sem nenhuma vitória sequer, algo que também não acontecia desde 2008.

A grande mudança na equipe neste ano será o nome de seu motor. Depois de várias reclamações públicas a respeito da pouca competitividade do motor Renault desde a introdução dos V6 turbo híbridos, a Red Bull continuará recebendo o equipamento da montadora, mas a relação agora será mais distante.

Enquanto a Renault centrará esforços em sua equipe própria, a Red Bull será apenas uma cliente, usando os motores renomeados como Tag Heuer.
A empresa de relógios, que deixou a McLaren para patrocinar o time anglo-austríaco neste ano, já serviu de nome para motores da própria equipe inglesa nos anos 1980.

A temporada da Fórmula 1 começa com o GP da Austrália, em Melbourne, dia 20 de março.

Fórmula 1