PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Funcionários da McLaren trabalharam até no Natal para deixar carro pronto

McLaren/Divulgação
Imagem: McLaren/Divulgação

Do UOL, em São Paulo

19/01/2016 10h23

A McLaren teve de cortar as folgas de fim de ano para garantir que o carro de 2016 ficasse pronto a tempo para o primeiro teste da pré-temporada, que será realizado dia 22 de fevereiro.

O time reconheceu que foi surpreendido por uma mudança no calendário provisório, que antecipou a etapa de abertura em duas semanas e, assim, também fez com que os testes acontecessem antes. O campeonato começa dia 20 de março, na Austrália.

“Todo nosso programa de desenvolvimento não estava alinhado para isso”, disse o diretor operacional, Simon Roberts. “Então sabíamos que eles tinham um problema para resolver. Em termos de capacidade de design e engenharia, é um planejamento relativamente simples - há menos tempo para terminar, então todos têm de trabalhar mais duro.”

O problema, segundo Roberts, é de construção das peças. “É um ponto crítico porque elas precisam passar por todos os testes de segurança da FIA e estar prontas para o primeiro teste, que também foi antecipado. Devido a esta situação, não dá para apenas replanejar, é preciso fazer algo diferente.”

A solução, portanto, foi adicionar oito turnos de volta ao programa em cinco dias - foi um esforço fantástico. No total, foram 110 pessoas envolvidas na época do Natal.”

A McLaren já anunciou que vai apresentar seu carro um dia antes dos testes começarem, em 21 de fevereiro.

Fórmula 1