PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Erro nos cobertores dos pneus deixa Nasr em 16º no grid da Inglaterra

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Silverstone (Inglaterra)

04/07/2015 09h57

Depois de travar uma luta apenas com as McLaren em todos os treinos livres, Felipe Nasr acabou eliminado ainda na primeira parte da classificação para o GP da Inglaterra e vai largar na 16ª posição. O brasileiro, contudo, confessou que esperava mais depois de sentir uma evolução em sua Sauber ao longo do final de semana e culpou um problema no cobertor dos pneus pelo resultado.

"Quando eu saí para a minha primeira tentativa, houve um problema no cobertor e o pneu estava muito frio. Com isso, eu não tinha aderência, o carro estava completamente desequilibrado. Quando voltei para o box, a gente acertou a temperatura do pneu, mas é como se eu estivesse dando minha primeira volta rápida: fiquei sem referência. Isso comprometeu a tomada de tempos", disse Nasr ao UOL Esporte.

"No pneu duro, o equilíbrio é maior do que com os pneus macios. Já não está sendo um final de semana fácil, mas temos de tentar capitalizar qualquer posição que possamos ganhar nas primeiras voltas. Em termos de estratégia, como nosso carro tem pouca pressão aerodinâmica, ele escorrega muito e desgasta mais os pneus, então temos de estar abertos para fazer uma ou duas paradas", completou.

UOL Esporte apurou que não houve um problema mecânico no cobertor que pré-aquece os pneus mas, sim, um erro da equipe, que chegou a se desculpar com o brasileiro via rádio durante a classificação. De qualquer maneira, a expectativa de Nasr não era se classificar em uma posição muito melhor que o 16º lugar, uma vez que seu companheiro, Marcus Ericsson, não teve problemas de temperatura e foi apenas o 15º.

“Foi estranho porque, em todas as outras sessões, quando eu colocava um pneu novo, sentia essa aderência a mais e, na classificação, isso não aconteceu. Acho que sabemos o que foi o erro – sair com a temperatura fora do ideal – e isso prejudicou a classificação”, explicou. “O equilíbrio do carro hoje parecia bom, ele veio evoluindo em todas as sessões e estava confiante em pelo menos conseguir chegar no Q2.”

O GP da Inglaterra tem largada às 9h pelo horário de Brasília e terá transmissão pelo Placar UOL Esporte.

Fórmula 1