PUBLICIDADE
Topo

Rodolfo Rodrigues

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Quem são os goleiros com mais jogos sem levar gol nos pontos corridos

Goleiro Fábio, do Cruzeiro, recordista de jogos sem levar gol nos pontos corridos - Thomas Santos/AGIF
Goleiro Fábio, do Cruzeiro, recordista de jogos sem levar gol nos pontos corridos Imagem: Thomas Santos/AGIF
Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

Colunista do UOL

03/03/2021 04h00

Com o fim do campeonato de 2020, o Brasileirão na era dos pontos corridos completou 18 edições desde sua primeira disputa em 2003. Desde então, a competição contou com a participação de 324 goleiros. Entre eles, o goleiro Fábio, hoje no Cruzeiro, segue como o recordista de partidas 570 e também de jogos sem sofrer gols (170).

Rogério Ceni, o 2º goleiro que mais jogou (428) desde 2003, é também o 2º em Clean Sheets (termo em inglês para os jogos sem levar gols). Tricampeão pelo São Paulo em 2006/07/08, Ceni ficou 146 partidas sem ser vazado. Victor, que se despediu do Atlético-MG no último domingo, é o 3º da lista com 120 jogos, seguido bem de perto por Vanderlei (hoje no Grêmio) com 119, e Cássio, do Corinthians, com 115.

Entre os goleiros em atividade e que disputaram o Brasileirão de 2020, outros bem posicionados nesse ranking são Marcelo Lomba (Internacional), Weverton (Palmeiras), Wilson (Coritiba) e Diego Cavalieiri (Botafogo). Os dois últimos, porém, foram rebaixados e não devem disputar a edição de 2021, assim como Fernando Prass, que jogou pelo Ceará e encerrou a carreira ao término do Brasileirão 2020.

Na porcentagem de jogos sem tomar gol, o goleiro Walter (que está de saída do Corinthians), é o líder, com 49,1% dos jogos disputados sem ser vazado. Em 57 partidas pelo Corinthians, Walter ficou 28 sem levar gol. No Brasileirão 2020, ele disputou 4 jogos e não sofreu gol. Já o 2º colocado pela porcentagem é Marcelo Grohe (ex-Grêmio), com 48,3% —disputou 205 jogos e não foi vazado em 99 deles. Na 3ª posição, aparece o goleiro Alisson (ex-Inter e hoje no Liverpool), com 45,5%, seguido por Dida (42,7%) e Cássio (40,8%).

Já na média de gols sofridos entre os goleiros nessa era dos pontos corridos, Walter é também o 1º com a menor média (0,75), seguido por Marcelo Grohe (0,81), Jaílson (0,87), Santos (0,88), Danilo Fernandes (0,91), Cássio (0,93), Dida (0,96), Éverson (0,97), Cleiton (0,98) e Weverton (1,00).

Goleiros com mais jogos sem levar gol no Brasileirão na era dos pontos corridos (2003-2020)

Você pode me encontrar também no twitter (@rodolfo1975) ou no Instagram (futebol_em_numeros)

Errata: o texto foi atualizado
Os títulos conquistados por Rogério Ceni no São Paulo foram em 2006, 2007 e 2008, não 2009.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL