PUBLICIDADE
Topo

Salvador

Cleo Pires diz que já revidou assédio com tapa na cara: "Sinto pena"

Cleo Pires aproveita o segundo dia de Carnaval em camarote  - Francisco Silva/AgNews/Divulgação
Cleo Pires aproveita o segundo dia de Carnaval em camarote
Imagem: Francisco Silva/AgNews/Divulgação

Felipe Pinheiro

Do UOL, em Salvador

25/02/2017 00h59

Cléo Pires, que curte o Carnaval de Salvador nesta sexta (24), disse que já sofreu assédio por ser mulher.

Ela contou que estava em uma festa, não aguentou e num ato de reflexo revidou a agressão.

"Não era nem Carnaval. Era adolescente e estava em uma rave. Era um cara bonito, eu estava pensando olhando para ele. Mas ele forçou a barra e eu dei um tapa na cara", contou.

Se já passaram a mão nela em meio à multidão durante a folia? Cléo diz que sim, mas achar que isso é normal por ser Carnaval é uma desculpa injustificável.

"Sinto uma mistura de raiva e pena dessa pessoa que precisa fazer isso. Acho tão invasivo, desrespeitoso...", reclamou. "O importante é que existam políticas públicas e leis bem fundamentadas para que cada caso possa ser um caso", defendeu.

A atriz falou que está solteira, mas que não necessariamente precisa beijar na boca no Carnaval. E se ela já beijou? "Depende, quando começou o Carnaval para você?", despistou com seu largo sorriso.